Bichectomia: O que é, Valor, Antes e Depois com Fotos 2022



A Bichectomia é um procedimento que busca reduzir as medidas do rosto. É algo meramente de cunho estético, mas a cada dia se torna mais popular entre o público, principalmente mulheres, por ser um dos favoritos das famosas e blogueiras de redes sociais.

 

O que é Bichectomia?

A Bichectomia é um processo estético, que busca esculpir ou dar maior volume e destaque às maçãs do rosto de quem decide passar por essa cirurgia plástica. O processo consiste na remoção das bolas de Bichat, bolsas de gordura que todos nós temos nas regiões das bochechas.

 

Para que serve?

A Bichectomia é uma cirurgia plástica irreversível, que tem como objetivo enaltecer o contorno das maçãs do rosto, que dá um aspecto mais afinado. Pessoas com rosto mais arredondado, ou com bochechas mais salientes, buscam essa cirurgia com o objetivo de afinar o formato do rosto. Também é indicada em casos funcionais, como quando o paciente apresenta um volume de tecido tão excessivo que chega a morder as bochechas por dentro constantemente.

 

AdSense

Para quem a Bichectomia é indicada?

Por ser uma cirurgia plástica de caráter estético, a Bichectomia é indicada para aqueles pacientes que enxergam a necessidade de deixar o seu rosto mais fino ou “mais maduro”, já que rostos muito arredondados podem passar uma imagem de jovialidade. Pacientes que também buscam enfatizar as maçãs do rosto também podem ser indicados à cirurgia, já que o procedimento remove o tecido adiposo das regiões das bochechas.

 

Para quem a Bichectomia não é indicada?

Quem já passou por tratamentos como quimioterapia, teve infecções (sejam locais ou sistêmicas) na área e pacientes que apresentem dismorfia corporal (foco negativo em alguma área específica do corpo, pode levar a ver o corpo de maneira distorcida) também não se recomenda o procedimento, além de grávidas e pacientes menores de idade.

 

Quais cirurgias podem ser feitas em conjunto da Bichectomia?

Toda e qualquer cirurgia que possa ser realizada por um cirurgião-dentista, ou seja: pequenos procedimentos na área da boca ou região do rosto podem acompanhar o procedimento da Bichectomia, como é o caso da remoção dos dentes de siso, harmonização facial e aplicação de botox.

 

Benefícios e vantagens da Bichectomia

A visível mudança estética proporcionada pelo procedimento e, por consequência, a melhora da autoestima e da autoconfiança é um dos principais motivos pelos quais a cirurgia é buscada. O fato de ser um procedimento cirúrgico de resultados satisfatórios, de rápida recuperação e baixo custo,também tem chamado a atenção de vários pacientes.

 



Como é realizada a Bichectomia?

Para a realização da cirurgia é necessário que o paciente passe pelas seguintes etapas:

 

– Consulta

A consulta é realizada por um profissional odontológico (especificamente um cirurgião-dentista), que averigua se há a possibilidade da realização do procedimento.

A área de atuação da odontologia vai desde a parte acima da glândula tireóide até a raiz do cabelo, que é a zona cirúrgica o espaço interno da boca, que torna o cirurgião-dentista um profissional qualificado tanto para a consulta quanto para a realização da cirurgia.

Durante a consulta é necessário que sejam informados dados importantes da sua saúde como doenças crônicas, e uso de remédios controlados.

 

– Exames

As condições físicas do paciente como a glicemia (concentração de glicose, ou açúcar no sangue), coagulograma (detecção de alterações na coagulação do sangue) e até mesmo um hemograma completo são avaliadas nessa etapa do procedimento pré-operatório.

 

– Anestesia

A anestesia aplicada durante o procedimento é local, portanto o paciente permanece acordado durante a incisão de aproximadamente dois centímetros. Após realizada a retirada das bolas de Bichat a anestesia se dissipa em questão de algumas horas e o paciente retorna a sentir a boca.

 



– Tempo de Internação

Apesar de ser uma cirurgia plástica, um procedimento delicado, e necessitar de cuidados pós-operatórios, o paciente que optar por realizar a Bichectomia não precisará ser internado. Após a realização do procedimento o paciente sai do consultório ortodôntico com a região operada ainda sob o efeito de anestésicos e os maiores incômodos passam a aparecer quando os efeitos da medicação perdem força.

 

– Duração

Por ser um procedimento simples, que não necessita de anestesia local ou até mesmo internação, a duração de uma Bichectomia não é longa. O procedimento pode durar cerca de trinta minutos a uma ou duas horas, mas depende da quantidade de tecido adiposo que será removida e das condições físicas do paciente avaliadas previamente nos exames pré-operatório.

 

– A cirurgia



Um procedimento simples e rápido, a cirurgia plástica de Bichectomia consiste na aplicação de anestesia local e é feita uma incisão de aproximadamente dois centímetros de profundidade na parte interna da bochecha, da onde será retirado o excesso de tecido adiposo do paciente.

Após o procedimento, a incisão é fechada através do processo de sutura e o paciente é liberado do consultório. É importante lembrar que apesar de simples, a Bichectomia não deixa de ser uma cirurgia, e necessita de cuidados pós-operatórios como uma alimentação adequada (ingestão de líquidos apenas por pelo menos dois dias após a cirurgia), e repouso (evitar esforço físico e prática de esportes).

 

Quais cirurgias plásticas podem ser feitas com a Bichectomia?

Procedimentos como a lipoaspiração de papada, e lifting facial podem ser feitos em conjunto com a Bichectomia para obter um resultado ainda mais satisfatório, com a remoção das famosas “papadas”, que promove um aspecto mais harmônico ao paciente.

Cirurgia das pálpebras, preenchimento de regiões como o “bigode chinês” e implantação de próteses de silicone na região também são procedimentos comuns de se combinar com a Bichectomia.

 

Recuperação e Pós-operatório da Bichectomia

Quanto à recuperação de quem passou ou irá passar pelo procedimento, é preciso se atentar a algumas informações nesse sentido.

 

– Qual o tempo de internação pós-operatório?

Por ser um procedimento cirúrgico simples, de curta duração e que envolve apenas uma anestesia de uso local o paciente que realizar a Bichectomia não será internado no pós-operatório. Após a realização da cirurgia — que gira em torno de trinta minutos a duas horas — o paciente pode sair do consultório do dentista e ir direto para casa.

 

– Quais os cuidados necessários no pós-operatório?

Após a realização da Bichectomia, é necessário que o paciente tome alguns cuidados, especialmente com relação à higiene bucal e o tipo de alimentação que será consumida durante esse período pós-operatório.

 

– Quais as etapas de cicatrização no pós-operatório?

Durante o período de cicatrização do pós-operatório, é necessário que o paciente evite esforço físico para não abrir a sutura, evite alimentos sólidos para uma melhor (e mais rápida) cicatrização, além de manter a higiene bucal em dia, com a escovação dos dentes e passar fio dental, já que enxaguante bucal pode provocar ardor na região operada.

 

– Qual a alimentação indicada no pós-operatório?

Devido à sensibilidade da área operada e a presença de sutura, é necessário que o paciente consuma apenas alimentos líquidos, durante um período de aproximadamente dois a três dias para evitar infecções e demais desconfortos na região.

 




Bichectomia Antes e Depois (Fotos)

Veja abaixo alguns exemplos de pessoas que passaram pelo procedimento.

Bichectomia: O que é, Valor, Antes e Depois com Fotos 2022
Atriz Megan Fox antes e depois da realização da Bichectomia.

 

Percebe-se que o procedimento deu à atriz um contorno mais estreito do rosto, que promove maior destaque às maçãs do rosto.

 

Digital influencer Jéssica Frozza também passou pelo procedimento.

Bichectomia: O que é, Valor, Antes e Depois com Fotos 2022
Jéssica afirmou, em entrevista, que não havia pesquisado bem sobre o procedimento, o que lhe conferiu um envelhecimento precoce.

 

Riscos e possíveis complicações da Bichectomia

Apesar de simples e rápida, a Bichectomia não deixa de ser uma cirurgia e, portanto, também apresenta seus riscos. Por ser feita em uma área rica em glândulas, artérias e outras estruturas importantes da face, o equívoco no procedimento pode levar a problemas desde hematomas e lesões nas glândulas que produzem saliva até paralisia facial.

 

Principais dúvidas

Acompanhe agora quais as principais dúvidas levantadas por quem deseja realizar a Bichectomia.

 

– A cirurgia é muito dolorosa?

O processo cirúrgico da Bichectomia é indolor, devido à aplicação de anestesia local antes da realização da cirurgia, então o paciente se torna incapaz de sequer sentir a região durante o procedimento.

 

– Qual é a idade mínima para fazer a cirurgia?

É necessário que o paciente que irá ser submetido ao procedimento seja maior de dezoito anos, já que menores de idade ainda estão com o corpo em desenvolvimento e problemas como morder a área interna das bochechas enquanto fala ou mastiga podem ser corrigidos através de tratamentos menos invasivos ou permanentes como é o caso da ortodontia (uso de aparelhos ortodônticos) e até mesmo fonoaudiologia.

 

– Quando poderei retornar às atividades físicas?

O paciente pode retornar à prática de atividades físicas assim que os pontos forem removidos e o cirurgião-dentista avaliar a situação. Se cicatrizado e livre dos cuidados pós-operatórios, o paciente pode retomar as atividades físicas.

 

– A Bichectomia pode ser feita em homens e mulheres?

Sim, a Bichectomia é uma cirurgia plástica que promove a remoção das bolas de Bichat ou excesso de tecido adiposo (gordura) da região das bochechas.

Ao ter em vista que as bolas de Bichat são uma estrutura comum ao ser humano, independente de gênero, e o desejo de enaltecer as maçãs do rosto, afinar o rosto ou até mesmo resolver questões como uma mordida constante na parte interna das bochechas, são os requisitos necessários a qualquer gênero para a realização do procedimento.

 

– Após a cirurgia, as bochechas podem ficar flácidas

Como toda cirurgia, por mais delicada que seja, a Bichectomia não está livre de complicações ou problemas depois da realização do procedimento. Após a Bichectomia, é possível que o paciente fique com as bochechas flácidas, e com o excesso de gordura removido também é possível que em alguns casos promova uma aparência de envelhecimento precoce.

A gordura presente nas nossas bochechas, além de absorver impactos nos músculos do rosto, também é responsável pela sustentação da pele e dos músculos do rosto, e sua remoção pode promover flacidez.

 

Bichectomia Valor e formas de pagamento

Saiba agora qual o custo e como é possível realizar o pagamento da Bichectomia.

 

– Quanto custa a Bichectomia?

O valor da Bichectomia será definido mediante consulta no cirurgião-dentista, mas seu preço flutua em média entre R$ 1.500 e R$ 3.000. O preço da cirurgia plástica será definido principalmente pela delicadeza do procedimento e se outros procedimentos serão realizados em conjunto.

 

– Como se paga a Bichectomia?

Por ser um procedimento tido como estético, planos de saúde não podem cobrir sua realização, pois não afeta diretamente a saúde do paciente.

A Bichectomia deve ser realizada de maneira particular, e o valor será combinado entre você e o seu cirurgião-dentista escolhido para a realização do procedimento. O procedimento pode ser pago à vista ou parcelado no cartão de crédito, mas nada impede algum outro meio desde que negociado com o dentista.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.