Face Lifting ou Ritidoplastia: O que é, Valor, Antes e Depois com Fotos 2021



Face Lifting ou Ritidoplastia: O que é, Valor, Antes e Depois com Fotos

À medida que o tempo passa, o envelhecimento da face causa alterações visíveis como a flacidez, perda de volume e uma aparência caída.

A intervenção cirúrgica que, com toda a certeza, não deixa de ser opção para este público é o Face Lifting.

De forma literal, o “lifting” ajuda a levantar as expressões faciais, como se uma limpeza fosse feita. Saiba neste texto, tudo sobre o procedimento que promete trazer mais jovialidade ao rosto.

 

Neste Post Você Verá:

O que é Face Lifting

Face Lifting, ou lifting facial, é uma técnica de cirurgia que rejuvenesce o rosto. Este tipo de plástica, também chamada de Ritidoplastia, tem o intuito de trazer de volta a autoestima do paciente e, portanto, serve para tratar os sinais de envelhecimento na região da face (parte frontal, temporal e pescoço).

AdSense

 

Tipos de Face Lifting ou Ritidoplastia

A cirurgia compreende vários tipos de procedimentos que trabalham em diferentes partes do rosto, voltados para o rejuvenescimento da área. Conheça os tipos de face lifting existentes.

 

– Ritidoplastia do Terço Superior

Tem como foco tratar as rugas da região frontal, ou da parte superior da face, onde estão a sobrancelha, os olhos e a testa. Em resumo, esta técnica proporciona a elevação dos chamados supercílios, além de reduzir as rugas de expressão em volta dos olhos e testa.

 

– Ritidoplastia do Terço Inferior

Outra região muito comum da cirurgia é na parte inferior, ou na região do queixo e mandíbula, assim como do pescoço. Neste último, leva-se o nome de cervicofacial, por tratar da remoção das papadas e melhorar a estrutura facial.

 

 – Ritidoplastia do Terço Médio

Já a região do terço médio, tem-se como local de levantamento facial a parte temporal. Logo, o lifting temporal trata o aspecto caído no fim da sobrancelha e nas bochechas.



 

– Minilifting – SMAS

Trata-se de método de suspensão da pele de forma menos invasiva e mais distribuída, quando comparado aos demais.

O tratamento, nesse sentido, é feito no músculo aponeurótico superficial (SMA S), o qual leva o nome popular de minilifting. Neste caso, a indicação é para quem tem pouca flacidez no rosto.

 

 – Face Lifting clássico

O que diferencia este tipo dos demais é, principalmente, o uso de endoscópio. Além disso, o cirurgião irá deslocar o músculo, tencioná-los e por fim, retirar o excesso de pele.

 

– Face Lifting estendido

Neste tipo há uma variação do minilifting, porém, se difere pela forma como o cirurgião trata os músculos. Nesta técnica, a tensão é feita por camadas.

 

– Face Lifting profundo

Por fim, há o tipo de procedimento que é mais completo por ir mais a fundo na região frontal. Com o intuito de trazer mais harmonia à face, há a retirada de pele inferior e superior nas pálpebras e elevação das sobrancelhas.

 



Quando e para quem o Face Lifting é indicado?

Visto que o Face Lifting tem o objetivo de rejuvenescer o rosto, ele é indicado para pessoas que apresentam o aspecto flácido devido ao excesso de pele no local.

Esta condição estética é, então, encontrada em pacientes com idade avançada, que sofreram perda considerável de peso, tiveram um rápido envelhecimento após muita exposição solar ou que apresentam tendência genética.

 

Para quem o Face Lifting não é indicado?

Acima de tudo, não é indicado para quem possui patologias ou não está saudável. Além disso, por causa das alterações feitas, a Ritidoplastia não é a melhor opção para quem tem menos de 40 anos – idade inicial mais recomendada.



Para os mais jovens, existem procedimentos menos invasivos como preenchimento facial, aplicação de botox e outros.

 

Quais cirurgias podem ser feitas junto com o Face Lifting?

Assim como outras cirurgias plásticas, essa também pode ser associada. Confira a seguir as mais comuns para que o resultado fique mais satisfatório.

 

– Lipoaspiração da papada

A Lipo de Papada é tipo de Lipoaspiração que é feito nos casos em que um grande acúmulo de gordura existe abaixo do queixo. Desta forma, pode ser associada para retirar tanto o excesso de gordura quanto de pele.

 

– Blefaroplastia

Esta associação, entre a Blefaroplastia e a Ritidoplastia do terço superior, pode ser feita para reposicionar as estruturas faciais. Consequentemente, diminuirá as dobras de pele, os vincos e as linhas de expressão, principalmente, nas pálpebras.

 

– Rinoplastia

A famosa cirurgia do nariz – Rinoplastia – pode ser feita junto com o face lifting com o intuito de aprimorar a expressão facial ao redor do local.

 

– Procedimentos corporais

Outra alternativa de associação é com cirurgias no restante do corpo como a Mamoplastia ou a Lipoaspiração. O importante a ser observado é a indicação certa pelo cirurgião, seja qual for o desejo do paciente.

 

– Botox

Mais conhecida como Botox, a aplicação da toxina botulínica é o procedimento mais popular para complementar a Ritidoplastia.

 

Como é realizada o Face Lifting?

Entenda o passo a passo de como é realizada a cirurgia, o que é necessário saber a partir da consulta.

 




– Consulta

É o primeiro passo para o planejamento da cirurgia. Este é o momento em que a pessoa descobre se o Face Lifting é ideal para tratar a condição relacionada. Primordialmente, o cirurgião plástico procede com uma análise médica.

Além disso, trata-se de uma conversa com o paciente para esclarecer dúvidas e o que é necessário fazer antes e depois da cirurgia.

 

– Exames

Como complemento da análise médica, alguns exames serão necessários. É importante que o paciente faça os exames em um período máximo de 6 meses antes.

 

– Anestesia

Anestesia é local com sedação, ou geral.

 

– Tempo de Internação

A internação é de até 24 horas.

 

– Duração

De 4 a 5 horas.

 

– Como é feita a cirurgia de face lifting

O procedimento consta, geralmente, de descolamento da pele que vai dos músculos até as linhas de expressão da face.

A depender do tipo, a flacidez é tratada e a pele e gordura são retiradas após tração leve. No pescoço também é feita a correção da musculatura nos casos de alta flacidez.

 

Pré-Operatório do Face Lifting

Saiba, agora, o que se deve fazer no pré-operatório.

 

– Como é a avaliação médica antes do Face Lifting

Trata-se de procedimento essencial para saber se o paciente está apto. O médico cirurgião verifica o estado de saúde conforme os exames solicitados, além de conferir se os remédios utilizados.

Outro fator avaliado é o uso de cigarro, bebidas alcóolicas e se existem alergias que dificultam a recuperação.

 

 – Quais exames são necessários para o Face Lifting?

São eles:

  • hemograma;
  • glicemia (em jejum);
  • exame de urina;
  • coagulograma;
  • radiografia do tórax e exames cardíacos (no caso de ter doenças ou complicações).

– Como é a consulta sobre o Face Lifting?

Geralmente, o paciente volta ao médico quantas vezes for necessário para uma melhor avaliação. Após os exames serem concluídos, é preciso levá-los ao consultório.

 

– Como se preparar para o Face Lifting 

Antes da cirurgia, o cirurgião irá recomendar que sejam evitados os remédios como o AAS, uso de cigarro e álcool por ao menos 1 mês, além do uso de cremes faciais por 2 dias.

 

– Qual a alimentação recomendada antes da cirurgia de Face Lifting?

Ao se contar de 8 a 10 horas antes, é preciso estar de jejum, de acordo com a orientação médica.

 

Recuperação e Pós-operatório do Face Lifting

Veja, ainda, os cuidados no pós-operatório e como agir para uma melhor recuperação.

 

– Qual o tempo de internação pós-operatório?

De 12 a 24 horas.

 

– Quais os cuidados necessários no pós-operatório?

Após receber alta, será necessário:

  • Repouso e, ao dormir, manter a cabeça ligeiramente elevada. Ajustar a cabeceira da cama pode ajudar, neste caso;
  • Utilizar compressas frias nos 4 primeiros dias;
  • Evitar se expor ao sol, principalmente quando ainda houver manchas roxas. Apesar disso, deve-se usar protetor solar;
  • Não remover os curativos até que retorne ao consultório;
  • Não praticar atividade física nos 15 primeiros dias. Serão liberados após cerca de 40 dias;
  • Não utilizar cremes ou cosméticos sem a autorização do cirurgião. É importante que o rosto não tenha contato com sts produtos por 15 dias;
  • Não lavar os cabelos quando ainda estiver com curativos. Após a retirada, não tingir ou usar secador no modo quente.

Ao seguir cada indicação, não somente a recuperação, mas também os resultados serão mais satisfatórios.

 

– Quais as etapas de cicatrização no pós-operatório?

Primeiramente, os 4 primeiros dias são parte da fase inflamatória, a depender do procedimento.

Logo depois, tem-se a fase proliferativa que começa já no terceiro dia e dura até 3 semanas. Caracteriza-se pela formação celular que ajudará na limpeza natural da região.

Por último, a fase de maturação indicará uma total cicatrização ao se completarem 12 meses.

Os  pontos serão retirados entre 7 e 14 dias depois. Posteriormente, a linha da cicatriz ficará praticamente imperceptível.

 

– Qual a alimentação indicada no pós-operatório?

É importante manter hábitos alimentares, uma vez que a dieta deve ser variada e rica em nutrientes.

Embora permitido variar, é recomendado comer algo fácil de mastigar e que não esteja quente.

 

Face Lifting ou Ritidoplastia Antes e Depois Fotos

Confira aqui alguns resultados reais de antes e depois da cirurgia em mulheres e homens com idade acima de 40 anos.

 

Face Lifting ou Ritidoplastia
Face Lifting ou Ritidoplastia Antes e Depois Fotos – Créditos Imagem: Naficy
Face Lifting ou Ritidoplastia
Face Lifting ou Ritidoplastia Antes e Depois Fotos – Créditos Imagem: Naficy
Face Lifting ou Ritidoplastia
Face Lifting ou Ritidoplastia Antes e Depois Fotos – Créditos Imagem: Coastal Plastic Surgeons
Face Lifting ou Ritidoplastia
Face Lifting ou Ritidoplastia Antes e Depois Fotos – Créditos Imagem: Dr. Kent V. Hansen

Riscos e possíveis complicações do Face Lifting ou Ritidoplastia

Apesar de serem raros, os riscos e complicações são possíveis como em qualquer cirurgia plástica.

Só para exemplificar, pode ocasionar hematoma ou seroma (quando o sangue ou fluidos se acumulam sob a pele), infecção, necrose de tecido (caso o paciente seja fumante) ou alteração da sensibilidade.

Além disso, existem casos de insatisfação pessoal com o resultado, mas que são solucionados com procedimentos adicionais.

O que o paciente precisa compreender, acima de tudo, é que alguns fatores influenciam e tornam os riscos mínimos. Assim, é essencial buscar por profissionais competentes e seguir as instruções médicas, como manter hábitos saudáveis.

 

Principais dúvidas:

Confira a seguir as perguntas mais frequentes entre os pacientes que se interessam pela cirurgia.

 

– Como ficam as cicatrizes do Face Lifting?

As cicatrizes costumam ficar de duas formas. Na frente da orelha até seu contorno embaixo, e podem alcançar o couro cabeludo. Também é possível que atinjam a parte superior até às têmporas (entre o fim da sobrancelha e o couro cabeludo).

 

– O resultado da Face Lifting é definitivo?

É considerado definitivo quando o paciente segue as instruções do cirurgião. Em contrapartida, o lifting facial não elimina definitivamente as rugas, por exemplo. Estas serão

tratadas de forma complementar através de preenchimentos, peelings ou Botox.

 

– Pessoas calvas também podem fazer a cirurgia?

Sim. Contudo o cirurgião deve escolher com cuidado o tipo de incisões, visto que não há cabelo para esconder as cicatrizes. Pela cirurgia de técnica endoscópica os furos são menores e, assim, as cicatrizes são minúsculas.

 

– O que é fator de crescimento? Ele pode melhorar o resultado da cirurgia?

Fator de crescimento é o nome dado à substância resultante das células encontradas no sangue do paciente. No dia da cirurgia, o sangue é retirado e tratado, a fim de utilizar o fator como uma espécie de adubo para reduzir hematomas e inchaços.

 

– O paciente pode ir para a casa no dia da cirurgia?

Normalmente, o paciente fica no hospital de 12 a 24 horas. Mas isto pode depender do processo cirúrgico, condições clínicas, complicações. Nestes casos, recebe alta no dia seguinte.

 

– É necessário usar drenos?

Os drenos são necessários quando há um maior deslocamento abaixo da pele, o que por consequência, pode ocasionar sangramentos dos vasos. Eles, então, irão fazer a sucção na medida certa e serão retirados no dia posterior.

 

 – Em que posição é recomendável dormir nos primeiros dias após a cirurgia?

A recomendação é dormir com a cabeça levemente elevada, ou em um ângulo de 30 graus. É muito importante manter o rosto inclinado, sobretudo com a face para cima e nunca para o lado.

 

– É necessário fazer manutenção da cirurgia? Por quanto tempo?

A manutenção é necessária ao longo do tempo para que os efeitos adquiridos durem. Mesmo assim, a cirurgia não é capaz de impedir o envelhecimento, logo, uma nova interferência se dará conforme a elasticidade dos tecidos.

 

Como escolher a clínica ou o cirurgião ideal para sua Face Lifting

Antes de mais nada, verifique se as credenciais do cirurgião afirmam que ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e se ele é experiente com o procedimento.

O paciente também deve procurar e analisar cada clínica e suas devidas equipações, antes de decidir pela cirurgia. Normalmente, é a partir de uma primeira consulta e visita ao local que pesa na hora de escolher.

 

Face Lifting – Valor e forma de pagamento

Por fim, os valores, em média, e formas de pagamento podem ser conferidos a seguir.

 

– Face Lifting Valor:

O custo médio inicial é de R$ 10.000, mas pode variar conforme a clínica e o cirurgião, quantas consultas serão necessárias, equipamentos e anestesia, por exemplo.

O procedimento ainda pode alcançar um preço de R$ 35.000, quando houver preenchimentos complementares.

 

– Como se paga a Face Lifting ou Ritidoplastia?

Como meio de facilitar o pagamento, o parcelamento é a forma mais acessível e programada. Já na opção à vista, é possível ganhar descontos que fazem a diferença no orçamento.

Quanto ao atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a possibilidade é para quem precisa retirar a pele por questões de saúde.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *