Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo



A Lipoescultura é uma das cirurgias plásticas que mais tem ganhado adeptos. Ela ajuda a modelar o corpo e dar as tão desejadas formas. Conheça tudo sobre essa cirurgia nos próximos tópicos!

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

Com o aumento dos números de procedimentos estéticos no Brasil, a cirurgia se tornou cada vez mais popular. Com isso em mente, a seguir entenda um pouco mais sobre essa cirurgia plástica.

 

Neste Post Você Verá:

AdSense

Principais dúvidas sobre Lipoescultura:

Esta é uma cirurgia plástica muito conhecida: até janeiro de 2021, a lipoaspiração e Lipoescultura ficavam em segundo lugar quando o assunto eram cirurgias plásticas e perdiam apenas para cirurgia de silicone nos seios.

Caso haja interesse em fazer este tipo de cirurgia, é essencial que o paciente tire o máximo de dúvidas possível. Com isso, abaixo estão listadas algumas perguntas que são comuns quando o assunto é essa cirurgia plástica.

 

– Quem pode fazer?

Ela pode ser feita por pessoas que não conseguem emagrecer e que por isso têm acúmulo de gordura e que querem além de tirar essa gordura dos locais indesejados e aproveitá-la em outros locais para deixar o corpo mais curvilíneo.

Pacientes obesos, anêmicos, com doenças crônicas, cardiopatas, com AVC, hipertensão arterial, menores de 18 anos, com transtornos alimentares e com baixa porcentagem de gordura são contraindicados.

 

– Quando é indicado fazer a Lipoescultura?

Esta é uma cirurgia indicada para pessoas que têm a distribuição irregular de gordura, ou que queiram definir mais a silhueta do corpo e que não se trate de grandes quantidades de gordura.

 



– Qual é a melhor estação para fazer a Lipoescultura?

Então, o indicado para quem é CLT é escolher o momento em que está de licença ou no inverno por ser época de férias, pois se diminui a quantidade de saídas de casa. Além do que, nesta época, existe menos exposição ao sol e menos calor.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

Algumas pessoas escolhem fazer a cirurgia no verão, por ser a época preparativa para as festas do fim de ano e carnaval, mas é importante se atentar, pois esta é uma estação mais quente, por esse motivo ocorre mais transpiração e irritações na epiderme, como brotoejas.

 

– Para quem é indicada a Lipoescultura?

Esta cirurgia plástica é indicada para pessoas que desejam se livrar da tão incômoda gordura localizada, mas que tenham áreas que precisam ser preenchidas.

Pessoas indicadas são maiores de 18 anos, com gordura localizada e que tenham a vontade de remodelar o seu corpo, para harmonizar a silhueta.

 

– A Lipoescultura ajuda a emagrecer?

Esta é uma pergunta que rodeia a cabeça das pessoas interessadas em fazer este tipo de cirurgia plástica. Entretanto, a cirurgia é realizada com a intenção de melhorar o contorno do corpo, de modo que elimine a gordura em excesso, mas em pequenas quantidades. Por isso, não atua diretamente como uma cirurgia que proporcione a perda de peso.



Por isso, é importante entender que ela não ajuda a emagrecer, apenas realoca a gordura, para que a forma do corpo se torne mais equilibrada e bonita.

 

– Posso engravidar após a Lipoescultura?

É totalmente possível engravidar após realizar a cirurgia plástica, sem que haja problemas. Caso ocorra de ficar uma pele com aderências, é comum que a mulher sinta um pouco mais de incômodo.

Entretanto, é importante lembrar que, durante a gestação, a mulher pode ter o seu peso aumentado, portanto, corre o risco de perder o efeito da cirurgia.



 

– Qual a diferença entre lipoaspiração e Lipoescultura?

A lipoaspiração tem como objetivo retirar a gordura de determinado lugar no qual a sua paciente tenha queixas e depois há o descarte dessa gordura.

Já com a Lipoescultura, a gordura é reaplicada em locais específicos, o que ajuda a definir a sua silhueta através de um enxerto de gordura.

 

– Quais as vantagens da Lipoescultura?

A cirurgia tem a vantagem de que, em um mesmo procedimento, o profissional retira a gordura de um lugar e injeta em outro, o que faz com que o volume seja melhor distribuído:

  • A própria gordura é utilizada para a remodelação, por isso não existe o risco de rejeição;
  • São procedimentos diferentes em uma única cirurgia, de forma a otimizar o processo;
  • Esta cirurgia tem cicatrizes discretas, além do que, normalmente, estão localizadas em locais que não são expostos.

Além dessas vantagens citadas, é importante que o paciente conheça o procedimento e seus benefícios para ter certeza de que são os resultados promovidos por ela que ele busca.

 

– Quanto de gordura é retirado na Lipoescultura?

A quantidade de gordura removida de cada paciente varia muito, mas o máximo de gordura corporal que pode ser retirada é de 7% do peso corporal do paciente, quando é utilizado o método de cirurgia úmida, e de 5%, quando é utilizado o método de cirurgia seca.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

Fora essas porcentagens estabelecidas, o processo pode se tornar perigoso e, portanto, não é recomendado ou feito. Um profissional deve orientar melhor o paciente sobre os riscos antes de realizar a cirurgia.

 

– Na cirurgia, da gordura injetada em outros lugares, quanto fica?

Até 60% da quantidade de gordura injetada pode se manter, pois o corpo absorve os outros 40%. Essa absorção acontece por que o enxerto colocado não é vascularizado por completo, o que dificulta a sua integração.

Logo, mesmo que o paciente quisesse colocar mais gordura, o próprio corpo impede que seja acrescentada uma maior quantidade.

 




– Posso fazer drenagem sobre o enxerto?

Não é indicado fazer drenagem sobre o enxerto da cirurgia, isso porque, a princípio, deve ser evitado grandes manipulações na área enxertada. Contudo, com o passar do tempo, as áreas da cirurgia devem ser drenadas normalmente, para evitar o acúmulo de líquidos.

É importante que o cliente se atente às recomendações do pós-operatório para que mantenha a qualidade do resultado da cirurgia, a fim de evitar futuros descontentamentos.

 

– Fica cicatriz na Lipoescultura?

Esta é uma questão que preocupa de fato as pessoas que desejam passar pelo procedimento. Contudo, quem se submete a Lipoescultura pode ficar tranquilo, as cicatrizes são mínimas.

É importante lembrar que, até 30 dias após a cirurgia, a cicatriz deve apresentar uma boa aparência, até o 12º mês a cicatriz passará por um processo de espessamento natural e pode adquirir uma coloração avermelhada ou marrom.

Após o 12º até o 18º a cicatriz começará a clarear e ficará menos consistente e mostrará uma melhor adesão a pele, que será o resultado definitivo.

 

– Qual o local da cicatriz?

Esta é uma questão que depende do local no qual o paciente deseja fazer a cirurgia. Dessa forma, elas podem ocorrer em diversas partes do corpo, logo, o local é determinante para onde a cicatriz ocorrerá.

 

– Qual o tamanho da cicatriz?

As cicatrizes são mínimas e podem variar entre 5 e 8 mm. No geral, depois do período de cicatrização, eles tendem a sumir quase completamente.

 

– O que deve ser considerado antes da Lipoescultura?

É importante que o paciente considere os riscos da cirurgia plástica, assim como a atenção que o pré e o pós-operatório precisam receber.

Além disso, é importante que o paciente tenha certeza dos procedimentos que deseja realizar para entrar em acordo com o cirurgião.

 

– Quais regiões mais comuns para Lipoescultura?

É mais comum retirar gordura nos flancos, coxas, costas, braços e no abdômen. Com isso, pode-se ver que é uma cirurgia que possui muitas possibilidades de aplicação.

 

– Posso aumentar o glúteo na Lipoescultura?

Sim, sem sombra de dúvidas. Contudo, é importante saber qual o tamanho que o cliente deseja, para saber se será necessário mais de uma enxertia e a quantidade a ser inserida.

 

– Posso deitar sobre o enxerto da Lipoescultura?

É fundamental que o cliente saiba que a compressão da área pode causar um comprometimento vascular, mas, para que isso ocorra, a compressão deve ser grande, deitar sob o enxerto não causará problemas.

 

– O que deve ser considerado antes da Lipoescultura?

Mesmo que o paciente tenha um grande desejo de realizar este procedimento, é importante que seja considerado por ele:

  • Riscos existentes;
  • Possibilidades de resultados;
  • Exames e condutas do pré-operatório;
  • Indicações e riscos do pós-operatório.

Estes são fatores indispensáveis e devem ser explicados para o paciente assim que ele procurar o profissional para saber mais sobre o procedimento.

 

– Qual o resultado da Lipoescultura?

O resultado final da cirurgia pode ser visto após 3 meses do procedimento feito e pode variar de acordo com como o paciente viveu o seu pós-operatório e com cuidados tidos.

 

– O que esperar da Lipoescultura?

É comum que o paciente espere o procedimento para o equilíbrio das curvas do corpo, a partir da retirada de gordura de algumas áreas e a aplicação em outras.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

Contudo, é importante salientar que é esperado que a cirurgia tenha resultados concretos a partir do 3º mês, isso porque o corpo absorve cerca de 60% das células gordurosas injetadas.

 

– Preciso de drenagem linfática após a Lipoescultura?

Sim, entretanto, existem ressalvas. Por exemplo, é essencial evitar massagem sobre o local em que se recebeu a gordura. Contudo, a drenagem ajuda a acelerar a recuperação, o que diminui a retenção de líquidos e o acúmulo de toxinas.

 

– Preciso de cinta modeladora após a Lipoescultura?

Sim! O uso da cinta modeladora ajuda a fixação da pele no local que deve estar, isso ocorre pois ela aplica uma pressão ideal, sem o risco de comprometimento vascular.

 

– Quando eu posso fazer atividades físicas após a Lipoescultura?

Para que tenha uma boa cicatrização, é essencial respeitar o tempo de repouso. Quando o assunto é a prática de atividades físicas, o paciente deve seguir a recomendação do seu cirurgião.

Normalmente, é indicado 15 dias de pausa para cirurgias como a Lipoescultura, que indicam o início em exercícios leves para ajudar na boa manutenção da circulação.

 

– Posso perder o resultado da minha Lipoescultura?

Não se perde o resultado do procedimento, pois o tecido gorduroso que foi retirado não voltará a crescer, mas outras partes do corpo terão o seu volume de gordura em outras partes aumentado, o que faz com que as áreas não lipoaspiradas ainda possam aumentar a sua quantidade de gordura.

 

– Como é a avaliação médica antes do procedimento?

Antes de qualquer procedimento cirúrgico, uma avaliação deve ser feita. Nesta, o cirurgião precisa conhecer mais sobre o desejo do paciente, além de tirar dúvidas e iniciar exames para checagem da saúde. São solicitados exames:

  • Urina;
  • Sangue;
  • Imagem;

É fundamental fazer estes exames próximos à data de realização da cirurgia, para que o que esteja presente neles não tenha mudado.

 

– Cirurgias estéticas associadas: Posso fazer outras cirurgias junto com a Lipoescultura?

Sim, é possível fazer outras cirurgias plásticas junto com a Lipoescultura, basta mostrar o interesse para o cirurgião plástico. Assim, a avaliação para a cirurgia será ainda mais criteriosa, a fim de evitar problemas de saúde.

Normalmente são realizadas juntas com a cirurgia citada a Rinoplastia, mamoplastia, cirurgia de pálpebras, aumento de nádegas e outras.

 

– Quando eu posso fazer a Lipoescultura junto com a Abdominoplastia?

A Abdominoplastia e a Lipoescultura podem ser feitas em conjunto, desde que o paciente tenha um quadro clínico estável, que não apresente riscos. É importante ressaltar que, para fazer mais de uma cirurgia de uma vez, é preciso que estas não ultrapassem o período de 5 horas de procedimento.

 

– O que a Lipoescultura não faz?

A cirurgia não é responsável pelo emagrecimento, isso porque ela não interfere no sistema digestivo e redistribui a gordura, o que altera as medidas do paciente, mas não o percentual de gordura.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

O emagrecimento e a manutenção são possíveis através de educação alimentar e exercícios físicos, além, é claro, do consumo diário de água.

 

– As pessoas vão perceber que fiz uma Lipoescultura?

Isso depende da quantidade de gordura retirada e da quantidade de gordura reinjetada, o que pode causar maior ou menor diferenças perceptíveis para as pessoas que olharem.

 

– Quando é possível ver os resultados da Lipoescultura?

Os resultados começam a aparecer após os 3 meses de cirurgia, isso porque neste tempo ocorre a absorção das células de gordura pelo corpo e o resultado real dessa cirurgia.

 

Sobre a Lipoescultura:

Existem fatos interessantes e indispensáveis que o paciente precisa saber sobre a cirurgia plástica, foram selecionadas as perguntas mais importantes abaixo!

 

– Como é feita a Lipoescultura?

Primeiramente, é necessário marcar a pele, de forma a mostrar o local de onde a gordura será retirada. Em seguida, é introduzido o soro e a anestesia na pele, isso ocorre através de pequenos buracos, para que a pele não sangre e nem o paciente sinta dor, além de tornar mais simples a saída da gordura.

Posteriormente, o médico responsável aspira a gordura da região, que está localizada abaixo da sua pele. Perto do fim, a gordura é separada do sangue em um aparelho e é reintroduzida no local desejado.

 

– Onde é feita a Lipoescultura?

Como é um procedimento cirúrgico, a Lipoescultura deve ser feita em um bloco de cirurgia estéril, totalmente equipado caso haja intercorrências.

 

– Qual tipo de anestesia é usada?

A cirurgia utiliza normalmente a anestesia local, mas em casos como a realização do procedimento no abdômen e coxas, a anestesia peridural é aplicada. Para o procedimento feito no queixo e braços, o paciente é sedado.

 

– Como é efetivamente a Lipoescultura?

A Lipoescultura retira células de gordura de áreas indesejadas e aplica em áreas que o paciente deseja preencher.

 

– Qual o período de internação?

Normalmente, o tempo de internação é de 24 horas quando não existem complicações.

 

– Quanto tempo dura a Lipoescultura?

O tempo varia de acordo com o tamanho do procedimento, contudo, normalmente, esta dura entre 1 a 2 horas.

 

Lipoescultura Antes e Depois

Ver fotos de antes e depois de Lipoesculturas pode ajudar o paciente a ter a noção real da transformação que este tipo de cirurgia pode fazer no corpo.

É válido salientar que cada corpo abraça as transformações de uma maneira, por isso é importante se lembrar que o corpo do paciente pode não ficar idêntico aos das fotos abaixo.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo
Exemplo do resultado da lipoescultura. Fonte: realself.

 

Pré-operatório da Lipoescultura

O pré-operatório é uma fase essencial, pois nele o médico responsável orienta o paciente, além de ter acesso a exames e condições do paciente, portanto, é uma etapa imprescindível.

 

– Como é a avaliação médica antes da Lipoescultura?

A avaliação é fundamental, nela o médico sabe mais sobre o procedimento que o paciente deseja. A partir da avaliação é aconselhado e até recomendada a Lipoescultura mais adequada.

Na avaliação também é conhecido o quadro clínico do paciente, através de exames que são solicitados.

 

– Quais exames são necessários para a Lipoescultura?

Por ser um procedimento cirúrgico, é essencial que o paciente passe por alguns exames, esses servirão para que o cirurgião conheça mais sobre a saúde do paciente, para saber se é possível ou não realizar o procedimento.

 

– Exames de sangue

Neste tipo de exame estão inclusos hemograma, coagulograma, glicemia em jejum, dosagem de ureia e creatinina no sangue e dosagem de anticorpo.

 

– Exames de urina

No exame de urina é solicitado o exame do tipo 1, em que é possível observar pH, células, leucócitos e glicose, por exemplo, que são importantes para saber como anda a saúde do paciente.

 

– Exame cardíaco

O exame cardíaco pedido é o eletrocardiograma, mais conhecido como ECG, que avalia a atividade elétrica do coração, para saber como vai a saúde deste órgão tão importante.

 

– Exames de imagem

Vários exames de imagem podem ser pedidos em qualquer cirurgia plástica, pelo fato de que, com este tipo de exame, o médico responsável passa a ter um ponto de vista melhor da área a ser operada.

Em Lipoescultura é comum pedir exames de imagem do abdômen, como ultrassom do abdômen total e da parede do abdômen.

 

– Como é a consulta

Na primeira consulta, normalmente, o médico conhece melhor o paciente, pois nesta ele expõe o que deseja e o médico dá a sua opinião profissional sobre.

Nesta consulta, os exames são passados, além de ser a oportunidade perfeita para que o paciente tire todas as suas dúvidas existentes sobre o procedimento que deseja fazer.

 

– Como se preparar para o procedimento

Existem algumas coisas que são necessárias quando o assunto é a preparação para a Lipoescultura.

  • O paciente deve se lembrar de que o cigarro atrapalha a saúde de forma geral, o que inclui o processo de cicatrização, por isso o paciente deve parar de fumar semanas antes;
  • Caso o paciente tome remédios é fundamental que estes sejam informados ao médico, isso por que estes medicamentos podem causar problemas durante o procedimento;
  • O paciente deve preparar a casa para recebê-lo, por isso tenha por perto todos os itens recomendados pelo médico para a sua recuperação;
  • Não utilizar esmalte nas unhas durante a cirurgia, pois a composição do esmalte pode causar dificuldades na monitoração do oxigênio.

Ao seguir essas recomendações, que podem parecer simples de início, o paciente facilitará a cirurgia plástica, de modo que não existam maiores complicações.

 

– Qual a alimentação recomendada antes do procedimento?

Mesmo que esta cirurgia seja para ajustar aspectos do corpo, durante a sua preparação é importante ter uma boa dieta.

O médico pode encaminhar  paciente para um nutricionista para montar uma dieta adequada ou pode dar dicas de alimentos que devem ser menos ingeridos, como frituras e açúcares, por exemplo.

É importante comer alimentos saudáveis e frescos, além de gorduras boas e tomar muito líquido.

 

Como é a recuperação e pós-operatório da Lipoescultura

A recuperação e o pós-operatório são tranquilos e existem regras para serem respeitadas neste período. Por exemplo, o pós-operatório não é considerado doloroso, mas existem áreas que podem incomodar mais nesta região, mas analgésicos comuns podem ajudar a controlar este incômodo.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

A recuperação total desta cirurgia só acontece em até 12 meses, quando o corpo absorve as células de gordura e desincha por completo.

– Qual o tempo de internação pós-operatório?

Este é um tempo que varia, mas é necessário passar um período em internação, pois é uma cirurgia plástica.

O tempo varia de acordo com a quantidade de gordura retirada e reinjetada, além do bem-estar do paciente e da quantidade de remédios que está ingerindo.

 

– Quais os cuidados necessários no pós-operatório?

Existem alguns cuidados que devem ser seguidos à risca, para que o paciente tenha uma recuperação excelente:

  • É necessário repousar, mas deve haver uma certa movimentação, para eliminar o risco de trombose ou escaras, por exemplo;
  • Os curativos protegem os pontos da cirurgia, são a porta de entrada para o corpo do paciente, por isso é essencial que sejam bem cuidados;
  • Usar cinta modeladora ou compressora é indispensável, para que a pele volte a aderir no local correto;
  • Ter uma boa alimentação e evitar alimentos que ajudam no processo inflamatório;
  • Fazer drenagem linfática para ajudar a diminuir o inchaço causado, entretanto, evite fazer a drenagem onde a gordura foi aplicada.

Algumas das recomendações mais básicas, para que o paciente se cuide bem.

 

– Quais as etapas de cicatrização no pós-operatório?

Existem 3 fases de cicatrização nas cirurgias plásticas: a fase inflamatória, proliferativa e de maturação.

A primeira fase é a inflamatória, esta pode durar até 4 dias e pode apresentar vermelhidão, dor e edema. A fase proliferativa dura por 3 semanas e é formada pela rica vascularização na área e filtração de células especializadas na limpeza, que formam o tecido de granulação.

A fase de maturação é a última etapa de cicatrização e vai até o fim dos 12 meses, aqui a cicatriz diminuirá de tamanho e ganhará resistência.

 

– Qual a alimentação indicada no pós-operatório?

Ter uma dieta adequada é fundamental para ter uma boa cicatrização. Por isso, é importante que o paciente se dirija até um nutricionista para que uma dieta seja montada.

É importante ter na dieta:

  • Alimentos ricos em flavonoides;
  • Alimentos com bastante ômega-3, como peixes;
  • Muito líquido;
  • Menos fritura;
  • Suplementos vitamínicos;
  • Alimentos com vitamina C.

É fundamental que o paciente saiba que uma boa alimentação é crucial para uma boa recuperação.

 

Riscos e contraindicações da Lipoescultura

Existem algumas contraindicações na cirurgia de Lipoescultura, como: doenças cardíacas, alterações nos pulmões, diabetes, hipertensão arterial, anemias e outras doenças que podem fazer com que este se torne um procedimento arriscado.

 

Tudo Sobre Lipoescultura – Guia Definitivo

 

Assim como outras cirurgias, a Lipoescultura apresenta riscos, como a perda de sangue e líquidos, reinjeção da gordura retirada de outros pontos e a dificuldade na cicatrização podem ser riscos preocupantes.

 

– Quem não pode fazer a Lipoescultura?

A Lipoescultura é um procedimento cirúrgico e por isso existem contra indicações sobre as pessoas que podem se submeter.

Pessoas acima de 60 anos, com IMC maior do que 30 kg/m2, pessoas com problemas cardíacos, pacientes com anemias ou alterações sanguíneas e pacientes com doenças crônicas não são indicados a fazer Lipoescultura.

 

– Há riscos para mulheres que querem engravidar logo após a Lipoescultura?

Não existem riscos para mulheres que desejam engravidar após fazer a Lipoaspiração. Pode ser que, com a cirurgia, algumas aderências se façam presentes, mas estas não atrapalharão, no máximo podem causar algum desconforto.

 

– Há riscos para pessoas com cirurgias no local?

Riscos não, mas podem haver dificuldades, caso o paciente deseje fazer a Lipoescultura pela segunda vez. Isso porque, quando é feita a cirurgia plástica, o cirurgião puxa a gordura através de cânulas, que fazem com que cicatrizes internas sejam produzidas.

Assim, nas próximas vezes que cirurgias como essa forem realizadas, o processo se torna mais difícil, pois não é possível retirar a cicatriz interna.

 

– Há riscos para fumantes?

Sim, fumantes precisam largar o cigarro antes de decidirem fazer qualquer tipo de cirurgia plástica, isso porque o cigarro pode aumentar o risco de complicações no momento da cirurgia e no pós-operatório.

As toxinas que o uso do cigarro libera no sangue podem causar necrose, trombose, embolia pulmonar, afastamento das duas partes da incisão e acúmulo de líquido. Segundo a Associação Brasileira de Cirurgia Plástica, cirurgias como lipoaspiração e abdominoplastia são as mais passíveis de ocorrerem estes riscos.

 

– Há riscos para pessoas com doença autoimune?

Pessoas com doenças autoimunes podem ter maior risco na cirurgia, que variam de acordo com o tipo da doença, mas com a avaliação correta e sinceridade do médico em questão, esta pode ser autorizada a realizar o procedimento.

É importante que este tipo de paciente esteja ciente dos riscos que pode correr, pois é um procedimento arriscado diante das limitações que as doenças autoimunes impõem para o corpo.

 

Como escolher a clínica e o cirurgião ideal para sua Lipoescultura

A escolha da clínica e do profissional são extremamente importantes para o sucesso da cirurgia. Por isso, o suporte da clínica e a boa conduta do médico são indispensáveis.

Primeiramente, deve-se buscar pelo profissional certo, pesquisar sobre ele e seus feitos, para tal, pode-se procurar pelo nome do médico no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para confirmar.

Deve-se pesquisar  também sobre a clínica, como processos no seu CNPJ ou denúncias que podem ter sido feitas.

No processo da primeira consulta analise o profissional e a estrutura da clínica em questão, é recomendado fazer perguntas e tirar dúvidas sobre a abordagem do profissional e sobre o procedimento.

 

Lipoescultura Valor e Formas de Pagamento

Os valores e formas de pagamento podem variar de acordo com a região do Brasil em que o paciente se encontra e de acordo com a clínica escolhida.

 

– Quanto custa uma Lipoescultura?

A média encontrada do valor da Lipoescultura é entre R$ 3 mil a R$ 5 mil reais, este valor pode variar para mais ou para menos.

 

– Como se paga a Lipoescultura?

O pagamento pode variar, a depender da modalidade que o cliente escolher e que a clínica tiver disponível. Normalmente, é possível pagar através de um consórcio, financiamento, parcelamento ou à vista.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *