Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!



Tipos de Seios

Os seios são uma das partes mais notáveis das mulheres e suas características e formatos influenciam muito. Saiba, neste artigo, tudo sobre os tipos de seios, o que fazer para corrigir ou valorizá-los. Eles são definidos das seguintes formas:

  • Assimétricos;
  • Formato de Sino;
  • Formato de Gota;
  • Redondos;
  • Leste-Oeste;
  • Tuberosos ou Mamas Tuberosas ;
  • Proporcionais;
  • Espaçados ou Separados;
  • Flácidos ou Relaxados;
  • Atléticos;
  • Excessivamente Juntos.

Para entender mais sobre cada tipo, serão explicadas as particularidades de cada um e serão dadas dicas sobre como valorizar e até mesmo corrigir fatores específicos.

 

Formatos e Características  dos demais Tipos de Seios (uma dica de solução para cada tipo de seio)

– Tipos de Seios: Assimétricos

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seio Assimétrico – Crédito Imagem: Healthline

Uma condição natural nos seios femininos é uma assimetria que, frequentemente, fica despercebida. Porém, em muitas mulheres ela se dá de forma mais evidente.

 

O que são?

Os seios assimétricos são aqueles em que se diferenciam no tamanho por apresentarem o tecido mamário subdesenvolvido, que adquire um aspecto tubular. Isso explica o porquê dessa condição ser mais acentuada em algumas mulheres.

Contudo, a assimetria não se dá somente no tamanho. As outras diferenças existentes são na posição das aréolas, no peso, formato, posicionamento no tórax e alongamento lateral.

ADX
AdSense

 

Como disfarçar?

Existem modelos de sutiãs acessíveis e práticos para este tipo. É o caso daqueles em que se pode remover o bojo, pois assim mantém-se em apenas um dos lados para disfarçar a assimetria.

Por outro lado, nos casos mais acentuados, é possível se submeter a cirurgias específicas nas mamas.

Existem 3 procedimentos:

  1. Mamoplastia de Aumento com Prótese de Silicone para aumentar o seio;
  2. Mamoplastia Redutora, que remove o excesso de gordura, glândulas e pele para reduzir o tamanho;
  3. Mastopexia, que reposiciona a aréola e o tecido para dar um novo formato.

 

– Tipos de Seios: Em Formato de Sino

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seio em Formato de Sino – Crédito Imagem: Healthline

Neste tipo, os seios lembram a forma de sinos e são mais comuns em mulheres com maior volume de peso.

 

O que são?

São aqueles com o formato do objeto, os quais são mais estreitos na parte superior e ficam mais cheios e arredondados na parte inferior.



 

Como valorizar?

Muitas mulheres com este tipo de seios não possuem o colo marcado e as mamas são caídas.

Para disfarçar, é recomendado utilizar sutiãs com boa sustentação, pois, dessa forma, o nível dos seios fica mais perto do colo e ainda diminui a flacidez aparente. Para valorizar, a dica é usar sutiã com bojo estruturado.

 

– Tipos de Seios: Em Formato de Gota

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seio em Formato de Gota – Crédito Imagem: Healthline

Os seios em formato de gota ou de lágrima se assemelham com o de sino.

 

O que são?

São seios mais arredondados e com um volume ligeiramente maior na parte de baixo. A característica redonda é o que o faz lembrar uma gota, assim como sua parte superior ser menos volumosa.

 

Como valorizar?

Pode ser mais valorizado ao utilizar sutiãs que sustentam bem as mamas e as levantem, para valorizar ainda mais.

 



– Tipos de Seios: Redondos

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Redondos – Crédito Imagem: Healthline

Este é o tipo mais desejado pelas mulheres. Seu formato é fechado e bem distribuído entre o tecido e a gordura. Logo, apesar do tamanho e volume, são equilibrados.

 

O que são?

Os seios redondos são aqueles seios cheios em toda a sua proporção. São, portanto, mais equilibrados e proporcionais.

 

Como valorizar?



Para este tipo, vale o uso de qualquer modelo de sutiã, pois já possui firmeza e não necessita de modelos com sustentação reforçada.

 

– Tipos de Seios: Leste-Oeste

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Leste-Oeste – Crédito Imagem: Healthline

Mais conhecidos como leste-oeste, este tipo de seios possui uma característica interessante.

 

O que são?

São mais espaçados entre si e possuem volume tanto na parte superior quanto na parte de baixo. O ponto marcante deles é a direção oposta para qual cada um aponta.

 

Como disfarçar?

Um modelo de sutiã indicado para centralizar a direção dos mamilos é o modelo triangular, que sustenta e uniformiza, uma vez que seu desenho ajuda a disfarçar o afastamento.

 

– Tipos de Seios: Tuberosos ou Mamas Tuberosas

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Tuberosos ou Mamas Tuberosas – Crédito Imagem: Reddit Post – “Body positivity for tubular breasts?”

 

Durante a puberdade até a fase dos 30 anos, em média, algumas mulheres desenvolvem o tipo de mama tuberosa, que é entendido como uma deformidade congênita. Entenda mais.

 

O que são?

São seios que se assemelham a tubos e, por isso, levam o nome de tuberosos. O formato é ainda mais longo e se projetam para frente. Por fim, possuem aréolas maiores.

Esta deformidade é congênita, logo, seu surgimento se dá de forma natural a partir de uma predisposição genética.

 

Como disfarçar?

Por se tratar de uma má formação, existem técnicas de cirurgia para a devida correção. Existem cirurgias que corrigem o diâmetro da aréola, diminuem o sulco mamário e ainda trabalham com o anel fibroso para que o tecido das mamas tenha o formato típico.

O implante de silicone também é uma opção, é feito para dar volume aos seios e criar mais formato e simetria. Outra alternativa é a lipoenxertia mamária, que pode ser combinada com o implante para que o resultado seja proporcional.




 

Tipos de Seios: Proporcionais

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Proporcionais – Crédito Imagem: Healthline

Os seios proporcionais são semelhantes aos redondos, mas se diferenciam pelos tamanhos.

 

O que são?

Também são conhecidos como arquétipos, pois são postos conforme o tipo ou padrão de corpo que a mulher tem. Podem ser pequenos ou médios, mas são, primordialmente, proporcionais.

 

Como valorizar?

Por ser um dos tipos mais comuns, os fabricantes de sutiãs oferecem os modelos que mais se enquadram ao busto.

 

Tipos de Seios: Em Formato de Pêssego ou Delgados

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios em Formato de Pêssego ou Delgados – Crédito Imagem: Healthline

Apesar de ser conhecido pelo nome da fruta, este tipo costuma ter características que o tornam mais delgado.

 

O que são?

Seios delgados são finos e razoavelmente compridos. São considerados pequenos, porém aparentam ter volume por serem pouco preenchidos na parte de cima.

Com isso, a parte inferior é mais pesada, fazendo com que os mamilos se voltem para baixo.

 

Como disfarçar?

Mulheres com seios assim escolhem colocar silicone com o propósito de arredondar e adquirir volume suficiente para tirar o aspecto caído.

Por outro lado, os sutiãs indicados são aqueles com boa estruturação e bojo.

 

Tipos de Seios: Espaçados ou Separados

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Espaçados ou Separados – Crédito Imagem: Healthline

Apesar de ter um formato proporcional, este é um dos tipos que mais incomodam, pois são separados um do outro.

 

O que são?

Possuem volume e tamanho proporcionais mas se posicionam nas laterais, portanto levam o nome de espaçados.

 

Como disfarçar?

Para disfarçar o espaço entre eles, é indicado o modelo plunge de sutiã. Seu formato em V ou U ajuda a trazê-los para frente ou centro. Além disso, ajuda a marcar o colo através do decote profundo.

 

Tipos de Seios: Flácidos ou Relaxados

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Flácidos ou Relaxados – Crédito Imagem: Healthline

A flacidez é um dos fatores que mais influenciam a procura por cirurgiões plásticos. É comum terem o aspecto caído conforme o avanço da idade.

 

O que são?

Os seios flácidos ou relaxados possuem fibras mamárias alteradas. São dessa forma por causa, principalmente, do envelhecimento, da amamentação, perda de peso e até mesmo fumo.

 

Como disfarçar?

Quando as mamas ficam sem sustentação, é indicado que se use cremes firmadores, atividades físicas e procedimentos de estética como a radiofrequência.

Ainda assim, alguns casos necessitam de atenção maior e, para isso, são recomendadas cirurgias menores que removem o excesso de pele e levantam as mamas. Trata-se do lifting de mamas ou mastopexia.

Em contrapartida, seios relaxados podem ser valorizados com o auxílio de sutiãs push-up, balconet e meia taça.

 

Tipos de Seios: Atléticos

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Atléticos – Crédito Imagem: Healthline

Esse tipo também é considerado proporcional e valoriza a musculatura em detrimento do tecido mamário.

 

O que são?

São seios com uma distribuição mais ampla na região, devido ao músculo do peito ser mais desenvolvido em relação ao tecido.

 

Como valorizar?

Quem tem seios atléticos se preocupa mais em valorizar o colo e pode fazer o uso de sutiãs que dão mais valor ao formato natural.

Entretanto, também há o desejo de que eles fiquem menos distribuídos. Neste caso, é opcional para quem deseja ter mais projeção com uma Prótese de Silicone que, como resultado, dará peso para que o tecido se solte proporcionalmente.

 

Tipos de Seios: Excessivamente Juntos

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipo de Seios Excessivamente Juntos – Crédito Imagem: Healthline

Existem seios que são naturalmente postos um próximo ao outro, como é o caso dos seios excessivamente juntos. Este tipo é, aliás, muito desejado por quem tem mamas separadas. Contudo, pode ser um sinal de complicação chamado de simastia.

 

O que são?

São mamas que se posicionam juntas de forma natural, sem haver lacuna entre elas. Normalmente, ficam afastadas das axilas. Apresentam também, formato mais cheio e com uma volta para o centro.

 

Como valorizar?

Geralmente, o formato é cheio e, portanto, é comum o desejo de diminuir a gordura e tecido locais. Para este caso, tem-se a mamoplastia redutora.

Já quando as mamas sofrem a simastia, fator congênito ou causado após uma prótese excessiva, a correção ideal será indicada pelo cirurgião plástico experiente.

 

Tipos de Aréolas Feminina

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipos de Aréolas – Crédito Imagem: 9Gag Post – “Different nipple shapes of women”

 

Não existem somente os tipos de seios: existem também diferentes tipos de aréolas. Marcadas, acima de tudo pelo formato circular em volta dos mamilos, as aréolas podem ser grandes, pequenas, claras ou escuras.

 

– Aréolas Grandes

A aréolas podem aumentar conforme o crescimento das mamas, quando há ganho de peso ou após uma gravidez, já que a produção de hormônios e do leite materno crescem.

Também podem ser grandes quando as mamas são de tamanho proporcionalmente maiores.

 

– Aréolas Pequenas

Da mesma forma, as aréolas pequenas são formadas quando há o desenvolvimento proporcional dos mamilos.

 

– Aréolas Escuras

As cores também variam e isso vai de acordo com a pele ou não. Mulheres com tom de pele escuro possuem aréolas escuras, padrão que se repete em peles mais claras.

Porém, nem sempre é desta forma. A cor da aréola varia de forma considerável em mulheres com etnias iguais.

 

– Aréolas Claras

Segundo especialistas, mulheres que se enquadram no fototipo de pele 1 e 2 possuem aréolas mais claras e rosadas.

 

Tipos de Bicos de Seio ou Mamilos

Tipos de Seios: Saiba Tudo Sobre Eles!
Tipos de Bicos de Seio ou Mamilos – Crédito Imagem: Santa Casa SP

 

Outra particularidade dos seios são os bicos. Existem diversas variedades e tipos que classificam essa parte importante e funcional na região.

 

– Mamilo Normais ou Protrusos

Mamilos considerados como normais são os mais comuns e possuem o bico proeminente ou protuso, ou seja, que se sobressai da aréola.

 

– Mamilo Pequenos ou Planos

Esse tipo de bico não se sobressai e fica no mesmo nível das aréolas.

 

– Mamilo Invertidos ou Pseudoinvertidos

O bico se volta para “dentro”. Mulheres grávidas e com bico invertido sentem mais dificuldade na hora de amamentar.

 

– Mamilo Grande ou Inchado

Os casos de mamilo inchado estão relacionados a alterações hormonais mais comuns durante a gestação ou período menstrual. Logo, se trata de condição normal e breve.

Contudo, alguns casos geram dor e desconforto, o que pode ser tratado uma vez que se faz a consulta ao médico.

 

– Compridos

São bicos projetados e, portanto, compridos. Particularmente, são formados no momento da amamentação.

 

– Mamilo Salientes

Mamilos com bicos salientes apresentam a aréola elevada e se projetam para fora do seio.

 

Principais dúvidas com os Tipos de Seios

Quando se fala em tipos de seios, é natural que surjam dúvidas quanto a esse vasto universo feminino. Confira a seguir os principais questionamentos e seus esclarecimentos.

 

– É comum ter pelos no bico?

É super comum que cresçam pelos na região do tecido mamário, principalmente na aréola e bico. Isso se deve por variações hormonais e pela genética.

Apesar de ser normal, o crescimento pode exceder e causar o hirsutismo. Contudo, não é algo para se preocupar, pois uma avaliação médica indicará a depilação ou tratamento recomendados.

Já quando os pelos estiverem em quantidade mínima, pode-se retirá-los com pinça.

 

– Bico invertido é uma variação normal?

Cerca de 3% das mulheres possuem a variação congênita do bico invertido. Mesmo assim, é importante procurar um médico especializado quando a condição surgir inesperadamente.

 

– É normal ter assimetria mamária?

A assimetria é uma condição normal em qualquer parte do corpo humano, logo, nas mamas não é exceção. Entretanto, é importante procurar opinião médica quando a diferença for acentuada.

 

– É normal a mama dolorida depois da menstruação?

No período menstrual é comum ocorrerem mudanças hormonais que causam inchaços e até dor. Porém, os especialistas dizem que dura até o fim da menstruação.

Então, quando a mama fica dolorida após esse tempo, pode ser sinal de doença na região. Além disso, outro fator hormonal pode ser o uso de anticoncepcionais. Seja como for, deve-se consultar com um ginecologista caso a dor seja intensa e contínua.

 

– Por que o bico fica invertido? Isso pode causar problemas?

Além de ser um fator congênito, o bico pode ficar invertido de uma hora para outra. Nesse caso, a consulta com o mastologista (especialista que trata doenças mamárias) pode esclarecer o problema.

 

– É possível diminuir a aréola?

Existe a possibilidade de diminuir o tamanho através de cirurgia redutora, em que se reconstrói a aréola menor. A redução da aréola pode ser combinada e deve ser discutida com o médico cirurgião.

 

– Quais as vantagens e desvantagens de não usar sutiã?

Existem mitos e verdades a respeito de não usar sutiã. As vantagens são conforto, boa circulação, liberdade, opção pessoal e até uma elevação natural dos seios.

Por outro lado, não existem desvantagens claras, pois, cientificamente, o uso da peça não irá afetar a saúde, por exemplo. O que de fato acontece é que o uso em demasia acaba deixando marcas no corpo. Acima de tudo, o uso ou não é uma questão individual.

 

– Até quando os seios crescem?

Eles começam a crescer a partir de dois anos antes da menstruação e só param o desenvolvimento durante os 18 anos.

Depois que esse período passa, podem ocorrer mudanças após a mulher ganhar peso ou engravidar, além de sofrerem inchaços na menstruação.

 

– Usar sutiã atrapalha no crescimento?

Não há indicação de que o sutiã possa impedir o crescimento. O uso do acessório é considerado importante para dar boa sustentação à seios volumosos.

 

– Qual a idade mínima indicada para colocar silicone?

Alguns especialistas concordam que a idade mínima é de 16 anos. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a primeira cirurgia, seja de silicone ou outra, deve ser avaliada conforme a saúde física e mental da adolescente.

 

– Se eu for colocar silicone, posso escolher o tamanho que eu quiser?

O tamanho do silicone é decidido pelo cirurgião juntamente com a paciente. Durante a consulta, o especialista avaliará os implantes existentes e o biotipo da pessoa.

 

– Silicone tem prazo de validade?

Tradicionalmente, a validade da prótese era de 10 anos, mas atualmente novas texturas e materiais são utilizados para fazerem o composto durar a vida toda.

De todo modo, será após uma avaliação médica que poderá ser indicado fazer a substituição do silicone.

 

– Coloquei silicone e ficou caído, o que fazer?

Quando o resultado não é o esperado, a paciente deve consultar seu cirurgião para fazer uma possível suspensão ou até mesmo uma substituição.

 

– O que é o autoexame de mama e para que serve?

O objetivo do autoexame é identificar nódulos que podem produzir células cancerígenas. Embora nem todos os nódulos sejam cancerígenos, essa prática é essencial e todas as mulheres (inclusive homens) devem fazer, uma vez que a descoberta antecipada ajuda no tratamento.

 

– Como fazer o autoexame de mama?

Trata-se da famosa palpação da mama, que é feita com os dedos ao redor da mama com movimentos de cima para baixo.

 

– Qual a cirurgia para correção de assimetria mamária?

A cirurgia plástica para esta correção pode ser combinada ou feita sozinha. As opções são: implante, mamoplastia ou mastopexia.

 

– Quais são os principais motivos que levam as mulheres a se submeterem à mastopexia?

Mulheres com flacidez nos seios se submetem à mastopexia para retirar o excesso de pele localizada no intuito de deixá-los mais empinados, já que a cirurgia plástica também é conhecida como lifting de seios.

 

Tipos de Cirurgias Corretivas ou Valorizadoras para cada Tipos de Seios:

Se entre os tipos de seios a mulher não se sente valorizada com o sutiã indicado ou necessita de uma correção nas mamas, a Mamoplastia é a cirurgia ideal. É através dela que suas técnicas de redução, aumento, lifting e outras poderão corrigir ou valorizar os seios.

 

– Mamoplastia de Aumento

A Mamoplastia de Aumento consiste em implantar Próteses de Silicone para dar volume ao seio pequeno, desproporcional ou com falhas congênitas. É geralmente procurada para valorizar a região.

 

– Mamoplastia Redutora

Mamoplastia Redutora tem o objetivo de corrigir o incômodo em seios assimétricos e excessivamente juntos.

 

– Mastopexia ou Lifting de Mama

A Mastopexia ou Lifting de Mama corrige e reposiciona seios flácidos e caídos. Quando associado à prótese, ajuda a valorizá-los ainda mais.

 

– Reconstrução de Mama

Reconstrução de Mama, também chamada de Mamoplastia Reconstrutiva, é indicada para mulheres que precisaram retirar uma ou as duas mamas.

 

– Explante de Silicone

O Explante de Silicone consiste na retirada da prótese e é feito basicamente por 3 motivos: pessoais, quando a mulher aceita suas mamas naturais; quando por questão de saúde, quer tratar patologias relacionadas; e, por fim, pelo conforto de não ter que se submeter a novas intervenções de substituição.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *