Quando trocar sua prótese de silicone



Quando devo trocar minha prótese de silicone? Esta é, provavelmente, uma dúvida muito comum entre as mulheres que após colocar o silicone nas mamas, sentem que algo está diferente, uma alteração, sofrem algum acidente, ou ao menos procuram se informar para evitar problemas futuros.

 

Por que trocar a prótese de silicone?

Algumas próteses de silicone podem se romper ou ficarem mal posicionadas, e estas duas condições são as mais comuns e nos alerta quando devemos trocá-las.

Existem situações em que o paciente percebe que começam a aparecer rugas na prótese ou pregas na pele, o que é esperado ocorrer em implantes de grande tamanho feitos em pessoas com pele muito fina e tecido gorduroso insuficiente para suportar o peso ou dar sustentação à pele na região.

Há ainda outras situações que indicam a hora da troca, mas o que de fato é fundamental saber é a necessidade de revisão da prótese de silicone, periodicamente, por mulheres que fizeram a cirurgia de aumento das mamas.

Sob esse mesmo ponto de vista, ainda é de se lembrar que até o momento, mesmo com o avanço da plástica, não foram criadas próteses que duram uma vida toda. Assim, tem-se o principal motivo de por que trocar a prótese de silicone.

AdSense

 

As próteses de silicone possuem validade?

As próteses de silicone modernas não possuem validade, contudo sabe-se que conforme a revisão e acompanhamento do cirurgião, você terá que trocá-las em algum momento da vida.

O que tranquiliza as mulheres que sonham em curtir sua autoestima com as próteses durante longo tempo, é saber que as próteses estão cada vez mais resistentes e com mais durabilidade do que as antigas.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é coerente realizar acompanhamento anual com o cirurgião plástico e a troca da prótese mamária a cada 10 ou 12 anos.

 

Sinais que indicam que está na hora de trocar a prótese de silicone

Para saber se é preciso fazer a troca, se atente às condições da sua prótese. Abaixo estão cada uma:

 

– Ruptura da prótese de silicone

A ruptura da prótese é um exemplo raro (dados da SBCP indicam que a chance é de 1% ao ano), mas existe sim um risco pouco maior da paciente precisar trocar a prótese antes dos 6 primeiros anos. Isto é uma hipótese que você deve verificar com seu cirurgião, aliás. Mas o que causa o rompimento das próteses? Os fatores que provocam isto são:



  • Acidentes (carro);
  • Quedas;
  • Microfissuras que podem surgir durante a mamografia (o mamógrafo pressiona, de certa forma, a mama);
  • Não cumprimento das recomendações pós-operatórias.

De todo o modo, é mais do que necessário procurar o médico responsável, até quando se tem suspeitas, já que há casos ou não de vazamentos no corpo, dores na região ou endurecimento.

 

– Contratura capsular

A cápsula é a cicatriz que envolve o implante de silicone. Quando ocorre a sua contratura, há uma perda da elasticidade e a cicatriz fica anormal. A contratura capsular acontece em até 20% das pacientes. Ela é menos rara do que a ruptura mas não há prazos estabelecidos, que podem ocorrer meses ou anos após o implante de silicone.

Para isto, o diagnóstico é devidamente obtido após ultrassom (ecografia) e RM. Enquanto que o tratamento depende da avaliação. Este é o momento propício para trocar sua prótese de silicone.

 

– Perda de peso e rippling

Perder muito peso afeta o volume e a estética das mamas com próteses de silicone. Isso acontece porque a espessura do tecido adiposo diminui e a superfície irregular das próteses fica mais visível. É o que chamamos de Rippling que nada mais é do que a percepção das irregularidades da superfície das próteses, por causa da espessura mais fina do subcutâneo e tecido mamário.

Logo, este é um caso de quando trocar sua prótese de silicone. É bem provável mudar o local do implante de subglandular (abaixo da glândula mamária) para submuscular (abaixo, ou atrás do músculo peitoral), o qual é indicado para pouco volume na região.

 

– Queda e/ou flacidez das mamas

As mamas ficam, naturalmente, flácidas e caídas após a gravidez ou conforme o envelhecimento.

Para melhorar tal condição em mulheres que colocaram prótese de silicone, é indicado realizar a troca da prótese juntamente com uma mastopexia (mais conhecida como lifting mamário) que irá remodelar e levantar os seios.



 

– Endurecimento das mamas

Quando se diz que as mamas com silicone estão endurecidas, pode ser um sinal de contratura capsular.

O endurecimento das mamas – ou da cápsula – é acompanhado por dores na região e percepção de diferença de uma mama para outra, o que alerta a mulher de conferir o estado da prótese.

 

– Enrijecimento das cicatrizes



Outro fator que também está relacionado com a contratura é o enrijecimento das cicatrizes, que ficam ao redor das mamas com implante. E isto pode levar a deformidades visíveis ou apenas ondulações quando apalpamos.

 

– Dor e desconforto no local do implante

Da mesma forma, dores e desconfortos são sinais de contratura, o que está indicado em estudos feitos em pacientes com cerca de 5 anos com a prótese. Os casos mais graves de encapsulamento – grau 3 – pressionam a prótese e causam as dores.

 

– Flacidez ou alteração no formato das mamas

Pacientes com prótese e que sofreram grande emagrecimento, vão provavelmente obter flacidez e alteração no formato, devido à baixa estrutura para suportar o volume do implante.

 

Benefícios de se trocar as próteses de silicone

Os benefícios de trocar sua prótese de silicone estão relacionados tanto com a prevenção de problemas futuros quanto atuais. Vale lembrar que a contratura capsular é o mais comum, ainda que tenha uma porcentagem baixa de acontecer, e conforme o tempo passa, maior é o risco que você já deve ter conhecimento nas conversas com seu cirurgião plástico.

 

Quais são os riscos?

Assim como toda cirurgia, a cirurgia de troca de prótese de silicone tem seus riscos. Nesse caso, por exemplo, a ruptura e a contratura podem trazer mais complexidade: a remoção de toda a cápsula, o que, para isso, faz-se novas incisões. No mais, converse com o cirurgião sobre todos os riscos existentes.

 

Como é feita a cirurgia de troca de prótese de silicone?

Acompanhe o processo de troca ou substituição de prótese de silicone, que é o mesmo para quando se faz o implante:

 

– Consulta

Compareça em quantas consultas com o cirurgião plástico for necessário, pois quanto mais você souber, melhor será para ter segurança. Leve suas dúvidas e peça para que o profissional esclareça detalhes de riscos e expectativas. Bem como estão suas condições físicas de passar por mais uma operação.

 

– Exames

No caso de o médico perceber alteração nas mamas com prótese, ele deverá solicitar exame de ressonância magnética. Em seguida, os mesmos exames laboratoriais, eletrocardiograma e outros.

 




– Anestesia

É utilizada anestesia local, com sedação intravenosa, ou geral,  para que a paciente durma durante todo o processo.

 

– Tempo de Internação

Quase sempre fica no hospital durante cerca de 12 horas.

 

– Duração

Pode variar conforme os procedimentos, que podem incluir um lifting das mamas ou outros.

 

– Cirurgia

A cirurgia de troca de prótese mamária é bem parecida com a do implante. Quando a prótese apresenta boas condições, ou seja, sem contratura ou infecção, o processo é simples. Aproveita-se a mesma cicatriz para retirar a cápsula formada ao redor do implante e, então, fazer a troca.

 

– Como se preparar para a cirurgia?

A preparação para esse procedimento é similar a do implante de próteses. É preciso ter uma boa noite de sono, respeitar o jejum exigido, chegar ao local com antecedência para ter o preparo da maneira mais tranquila possível.

 

Como é a recuperação da cirurgia?

Você volta para casa no mesmo dia, mas não pode fazer muito esforço, não pode levantar os braços no primeiro mês, deve usar sutiã modelador e se manter em repouso.

 

Quanto tempo leva a cirurgia de retirada de prótese?

A retirada, ou explante, dura em média de 1 hora e 30 minutos. Quando há a troca, pode variar um pouco mais.

 

Quando é necessário fazer uma nova cicatriz?

Uma nova cicatriz só será feita quando precisar corrigir algo, como a flacidez. Ou, nos casos de contratura capsular, fazer novas incisões. No caso de infecção, também é possível que o procedimento leve a ocasionar mais cicatrizes.

 

O que pode acontecer se não trocar as próteses de silicone?

Se a prótese de silicone não for trocada, ela pode romper minimamente e o silicone vazar, que pode levar a inflamações nos tecidos vizinhos. Às vezes, é feita uma raspagem para retirar parte deste tecido afetado.

 

Quando trocar prótese de silicone: Valor e formas de pagamento

Saiba o que tem no mercado de plástica para trocar prótese de silicone para atender seu orçamento:

 

– Quanto custa a cirurgia para trocar a prótese de silicone?

A cirurgia de implante ou retirada de silicone custa, em volta de R$ 12.000. É um procedimento com porte cirúrgico para ser feito em hospital, onde são calculados gastos com estrutura de atendimento, anestesia, equipe médica, internação, etc.

 

– Como se paga?

É possível pagar de diferentes formas, como financiamentos, empréstimos, parcelamentos ou à vista. Porém, quando há problemas ou risco à saúde da mulher, ela pode recorrer à rede pública para trocar a prótese de forma gratuita.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.