Lipolight, Minilipo, Hidrolipo e Lipo Tumescente: O Que Você Precisa Saber



Na realidade, lipolight, minilipo, hidrolipo e lipo tumescente são sinônimos!

Foram criados por causa do marketing para tentar confundir os pacientes como se fosse uma novidade quente.

A Lipoaspiração convencional é a hidrolipo há 30 anos, ou seja, feita com infiltração de soro fisiológico com adrenalina da mesma forma.

A maioria das clínicas de cirurgia plástica anunciam como se o procedimento não tivesse riscos como de uma lipoaspiração convencional, sem a necessidade de um ambiente estéril (local com o menor risco de infecção).

Cuidado com essa mentira!

E também cuidado ao escolher sua clínica e seu cirurgião!

Lipoaspiração em consultório de qualidade inferior pode colocar sua vida em risco.

ADX
AdSense

Se houver algum problema de perfuração nesse procedimento, um consultório ou clínica de baixa qualidade não possui condições para reversão da indesejável complicação, já que é necessário a existência de aparelhagem que o consultório não possui.

Como por exemplo, se houver a necessidade de anestesia geral.

Lembrando que o paciente fica acordado durante o procedimento, o que já caracteriza um fator de alto estresse.

Considera-se ainda que o efeito da adrenalina geralmente só passa 12 horas após a aplicação, por isso sendo necessária a internação, o paciente não pode ter alta no mesmo dia.

 

Cuidado com o golpe de marketing

Infelizmente hoje há muitos médicos NÃO cirurgiões plásticos da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) fazendo Lipoaspiração, e como os hospitais só permitem que os verdadeiros especialistas utilizem o centro cirúrgico para tal, os não especialistas acabam por fazer em clínicas ou consultórios.

Os médicos não especialistas fragmentam a cirurgia em várias menores, aumentando o risco de ficar irregular, retira-se pouca gordura, visto que a anestesia local dura pouco tempo e a cirurgia tem que ser rápida.

Tudo isso, além de prolongar a recuperação e postergar a insatisfação com o resultado final.



 

Mas afinal, como é feita a Hidrolipo?

Bom, uma cirurgia plástica de qualquer tipo de Lipoaspiração, seja pequena, média ou grande é precedida pela injeção na gordura que será lipoaspirada, de uma solução composta por soro fisiológico, vasoconstritores, e às vezes, anestésicos locais.

A solução injetada faz com que as células de gordura “inchem”, facilitando a Lipoaspiração, e faz com que as artérias e veias se contraiam, diminuindo o sangramento cirúrgico.

A gordura é aspirada por cânulas introduzidas por pequenos cortes na pele, onde através de uma pressão negativa originada por um aparelho que faz acontecer a sucção.

 

E depois da Hidrolipo?

As cicatrizes resultantes da cirurgia são praticamente imperceptíveis e o pós operatório pede repouso de 10 dias e afastamento de atividades físicas por um mês.

O resultado ocorre no final do 6º mês, já sem inchaços e nem manchas roxas.

 

Fique atento(a)

Lipolight, Minilipo, Hidrolipo e Lipo Tumescente, NÃO são procedimentos estéticos e SIM procedimentos cirúrgicos, assim como a lipoaspiração convencional.

Portanto, deve ser realizada em ambiente hospitalar com centro cirúrgico, a fim de oferecer maior segurança ao paciente. Não corra riscos.



 

Finalizando:

Dúvidas sobre seu médico? Veja nosso artigo Analisando seu Cirurgião Plástico.

Clique e saiba informações sobre o pré-operatório de cirurgia plástica.

Clique e saiba informações sobre o pós-operatório de cirurgia plástica.



Ah, e não se esqueça, deixe o seu comentário abaixo.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *