Onde Fazer sua Cirurgia de Abdominoplastia com Segurança



Pessoas saudáveis e com boas condições de vida podem optar pela cirurgia de abdominoplastia como procedimento estético para melhorar o aspecto visual. Mas não é qualquer pessoa que domina essa técnica e a utiliza de forma segura.

[IMAGEM 1]

Cirurgia de abdominoplastia com segurança. Fonte: FreePik.

 

Este artigo é um guia completo sobre como escolher onde fazer a abdominoplastia, quais os cuidados que se devem ter antes de optar por este procedimento. Confira estas e outras informações nos próximos tópicos.

 

Como escolher o local correto para uma cirurgia de abdominoplastia

É necessário estar ciente que na hora de escolher uma cirurgia plástica, o mais indicado é buscar especialistas preparados para o tipo de cirurgia que será escolhido. O local deve ter a presença de profissionais que tenham especialidade e experiência.

[IMAGEM 2]

Local para cirurgia de abdominoplastia. Fonte: FreePik.

 

O primeiro passo é verificar se o médico cirurgião plástico que está registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, basta colocar o nome do médico, a opção especialista e o estado. Assim se tem segurança de ser alguém conhecido pela comunidade médica e que tem o apoio de uma instituição conceituada e confiável.

Depois, deve-se procurar o feedback de outros pacientes que já tenham realizado procedimentos sobre o local e o médico escolhido. Pode-se fazer essa pesquisa perguntando a outras pessoas pessoalmente ou em grupos locais.

Outra possibilidade indicada é consultar o reclame aqui e outras páginas de feedback de clientes. É indicado ainda verificar as certificações da clínica selecionada, como a aprovação da vigilância sanitária e da ANVISA.

 



– O que é a cirurgia de abdominoplastia

A cirurgia de abdominoplastia é um tipo de procedimento realizado na região abdominal, que visa retirar o excesso de pele ou gordura localizada e que deixa os músculos da região abdominal mais definidos.

Outra possibilidade do procedimento é retirar estrias do local, visto que há a remoção da pele. É preciso deixar claro que essa cirurgia deve ser feita em pessoas saudáveis e não por pessoas que apresentam obesidade, por exemplo.

 

Como funciona uma cirurgia de abdominoplastia

Antes de iniciar o procedimento, o cirurgião irá avaliar o paciente. Dessa maneira, a região abdominal avaliada quanto a existência de gordura ou pele excessiva. Além disso, os músculos da região também serão analisados, assim como a existência de diástase (afastamento dos músculos).

[IMAGEM 3]

Como funciona uma cirurgia de abdominoplastia. Fonte: FreePik.

 

É muito importante que o paciente conheça bem cada parte do procedimento para ter conhecimento dos benefícios e riscos desse procedimento.

 

– Como é feito o procedimento da cirurgia de abdominoplastia

Na cirurgia primeiramente é aplicada a anestesia (peridural ou raquidiana) ou a sedação. Outra opção é a anestesia geral, que pode ser usada quando necessitar de uma cirurgia a mais, como abdominoplastia e lipoaspiração em um mesmo procedimento.



Depois a pele é higienizada e em seguida são desenhadas as linhas onde serão feitas as incisões. A primeira linha fica na região acima dos pelos pubianos, na horizontal. A outra linha é feita na vertical ao redor do umbigo. Essas incisões irão variar de acordo com a necessidade de remoção.

Em cada incisão feita, a pele é levantada e a pele ou gordura retiradas. Assim, os músculos ficam expostos nessas incisões e o cirurgião irá intervir de acordo com o que foi decidido anteriormente com o paciente. Muitas vezes eles costumam ligar os músculos distendidos para que fiquem rígidos e a cintura mais fina, se for o caso.

 

– Existem tipos de abdominoplastia?

Há diferentes tipos de abdominoplastia que inferem em variações no processo, como se pode observar nos próximos tópicos.



 

– Abdominoplastia clássica

A clássica é a forma mais antiga. Neste tipo é retirado o excesso de pele e a correção dos músculos da região abdominal.

 

– Abdominoplastia extensa

Abdominoplastia extensa é o tipo de cirurgia plástica mais comum após a gestação, pois a retirada de gordura e de pele ocorre também na região do quadril e lombar. Corrige também os músculos.

 

– Lipoabdominoplastia

Lipoabdominoplastia traz a associação de uma abdominoplastia e uma lipoaspiração. Este tipo é mais indicado em pacientes que têm uma grande quantidade de gordura na barriga.

 

– Miniabdominoplastia

É o tipo de cirurgia desse tipo com risco menor e mais simples. Aconselhado para pessoas que querem apenas retirar o excesso de gordura da região da barriga localizada abaixo do umbigo.

Assim, antes de escolher é necessário que o médico especialista seja consultado. Ele saberá qual o melhor método para cada tipo de organismo.

 

– Tempo de duração

A duração de cada procedimento listado acima irá variar de acordo com a complexidade do processo. A média fica entre uma a três horas, o que vai variar é a quantidade de tecido removida ou até mesmo a técnica realizada nos músculos do abdômen.

 

Pré e pós operatórios da abdominoplastia

É importante saber que o paciente que passou por este tipo de cirurgia deverá ter cuidados pré e pós operatórios. Isso vai variar de acordo com o tipo de abdominoplastia, então o cirurgião deve informar tudo conforme a sua necessidade. A seguir serão passados algumas informações e cuidados antes e depois da cirurgia mais indicados.

 

– Cuidados pré operatórios

Antes da cirurgia, o médico irá mencionar a necessidade de interromper qualquer tipo de medicação (confira com o médico a possibilidade caso o paciente tome um medicamento por muito tempo). Remédios emagrecedores, por exemplo, devem ser evitados a partir dos últimos dez dias antes da cirurgia.

Exames de tecido sanguíneo e outros tipos que o médico mencionar devem ser realizados. Além disso, na véspera da cirurgia, nada de álcool, cigarro ou alimentos pesados!




O paciente precisa se informar com o cirurgião o que deve ser consumido antes e qual horário deverá ser interrompido o consumo (geralmente oito horas de jejum total).

 

– Tirar todas as dúvidas no pré operatório

Antes do procedimento ser marcado, deve-se conversar bem com o médico, tirar todas as dúvidas e esclarecer todos os pontos. Buscar conhecer quais caminhos serão mais fáceis para que a recuperação seja mais rápida e eficiente.

Saber com o cirurgião qual a melhor técnica a se fazer no caso do paciente e quais os riscos e complicações. É preciso ser sincero no momento das consultas, isso evita muitos problemas. Além disso, é necessário ter um acompanhante para auxiliar antes e depois do procedimento.

 

– Cuidados pós operatório

Após a cirurgia pode ser normal sentir desconfortos e dores, o médico irá receitar medicamentos (analgésicos e outros) para facilitar o processo e deve-se seguir todas as recomendações.

No começo pode ser difícil se levantar, ficar totalmente ereto, mas o médico pode solicitar esse movimento. Não é aconselhado ficar parado por muito tempo, para uma boa recuperação, movimentos leves devem acontecer.

Outros cuidados após o operatório podem ser conferidos na lista abaixo:

  • Os curativos da região deverão ser limpos a cada 24 horas;
  • Os drenos poderão ser retirados em até três semanas;
  • O cardápio será mostrado pelo médico, será indicado alimentos que não favoreçam o acúmulo de gases;
  • É muito importante o uso de uma cinta nos 30 primeiros dias. Esse objeto dá segurança e ajuda na cicatrização.

É necessário conversar com o cirurgião sobre o pós operatório e o que deve ser evitado antes dos trinta primeiros dias. Evitar subir escadas, tomar sol na cicatriz, dentre outros cuidados são essenciais.

Além disso, a volta aos exercícios físicos só devem acontecer após 30 dias e de acordo com o médico.

 

Clínica de cirurgia plástica ou hospital para a sua abdominoplastia?

Por ser necessário a anestesia, é recomendado a utilização do hospital para que o procedimento seja realizado. Além disso, o hospital tem que ter a licença de realizar a cirurgia e o médico deve ter registro no Conselho de Medicina e também licença pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

– Quais os riscos e contraindicações da cirurgia de abdominoplastia?

Caso não seja respeitado todo o processo de pré e pós operatório, o paciente pode apresentar alguns problemas como trombose, queloide, fibrose, seroma e até infecções. Todas as recomendações médicas devem ser seguidas a fim de evitar essas complicações.

A abdominoplastia é contraindicada para pessoas:

  • Fumantes;
  • Pessoas obesas;
  • Pessoas imunodepressivas;
  • Pessoas com problemas de cicatrização;
  • Mulheres que estejam grávidas ou que almejam isso em um futuro próximo;
  • Pessoas com doenças crônicas como diabetes ou doenças cardíacas.

Sempre é necessário uma avaliação pelo profissional. Em alguns casos, como em pessoas que já passaram por um tipo de cirurgia, o médico deverá avaliar a possibilidade de uma nova cirurgia.

É importante mencionar que este procedimento não é indicado como técnica de emagrecimento ou como técnica para combater a obesidade. Esse tipo de cirurgia não pode ser uma alternativa para substituir alimentação saudável e exercícios físicos.

Caso alguma dúvida sobre a cirurgia de abdominoplastia não tenha sido esclarecida, deixe um comentário logo abaixo ou entre em contato por um dos meios disponíveis no site, será um prazer lhe atender.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.