Clínica de Cirurgia Plástica: Tudo o que você precisa saber 2021



Clínica de cirurgia plástica é, atualmente, um exemplo da facilidade ao acesso a cirurgias de estética e outros procedimentos médicos para realizar desejos de ter a aparência aperfeiçoada.

 

Clínica de Cirurgia Plástica Tudo o que você precisa saber

 

Mas, afinal, a clínica é melhor do que o hospital? Qual destes espaços é o mais seguro?

Saiba neste artigo, tudo o que é necessário ter em ambos os locais e como o paciente consegue fazer a melhor escolha, já que a segurança é o que mais influencia.

 

AdSense

Clínica de cirurgia plástica ou Hospital: Onde fazer sua cirurgia?

Antes de mais nada, o paciente que decide por se submeter a uma cirurgia plástica precisa escolher o local onde se realiza todo o procedimento, bem como o cirurgião e sua equipe. Por isso, existem duas opções: clínica ou hospital.

Entenda por que é importante fazer essa escolha, entre um lugar mais especializado como a clínica e outro, com suporte amplo como o hospital.

Veja também como fazer para escolher o melhor local, uma vez que o paciente precisa observar as instalações ao visitar cada estabelecimento e concluir o que foi do seu agrado e o que deixou a desejar.

 

– Por que escolher uma clínica de cirurgia plástica?

Optar por uma clínica pode ser uma possibilidade acessível e condizente com o tipo de cirurgia que tem por objetivo corrigir áreas menores no corpo.

No entanto, antes de decidir por essa primeira opção é primordial se atentar à forma com a qual a clínica recebe os pacientes de uma cirurgia. Confira abaixo:

 



Estrutura e assistência

Ainda que seja um ambiente diferente do hospital, com menos equipamentos, fazer cirurgias em clínicas de estética ou consultórios não é algo proibido ou que vá contra as opiniões médicas.

Pelo contrário, são até muito bem recomendadas quando estão de acordo com os padrões de vigilância sanitária e parâmetros cirúrgicos.

É importante, por exemplo, fazer a visita e consulta para certificar se há instalações que atendem ao operatório.

 

Equipe médica

A visita também esclarece quanto a equipe médica, se esta é completa ou não. Na verdade, os profissionais que trabalham na cirurgia clínica são sim preparados, porém, não são especialistas em todas as áreas necessárias.

No caso de aplicar anestesia que não seja local, por exemplo, é essencial a presença de especialista.

Médicos constantemente atendem nos dois ambientes, tanto em um consultório como no hospital

 

Condições para receber a cirurgia: correções menores e cirurgias puramente de estética

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, somente as cirurgias plásticas e procedimentos pequenos de estética são feitos em uma clínica. Estes são alguns:

Quaisquer que sejam as cirurgias, desde aquelas com o objetivo de corrigir uma imperfeição até as que sejam de pura estética – como preenchimentos faciais e aplicação de Botox – é necessário se fazer um check up e ter total confiança.



 

Clínica de Cirurgia Plástica Tudo o que você precisa saber

 

As clínicas de cirurgia plástica são quase sempre voltadas para atender um pedido de melhoramento da aparência, e por isso, exigem no máximo uma anestesia local e sem internação.



Você pode, então, fazer essa escolha quando não houver grandes riscos cirúrgicos e sua saúde estiver em dia. É claro que estas observações são sempre vistas a partir das primeiras consultas e de uma avaliação médica.

A dica, afinal, é procurar por uma clínica, ou consultório, que seja especializada na cirurgia em questão. Desde então, pesquise sobre a sua reputação, se ela comporta uma sala de operação e se os profissionais são devidamente credenciados.

 

– Por que escolher um hospital?

Por mais que procedimentos de menor complexidade possam ser feitos em uma clínica de cirurgia plástica, há quem prefira um ambiente hospitalar até porque é onde existem mais recomendações médicas.

Diferentemente das cirurgias de correção menores, as que são de médio e grande porte devem ser operadas em hospital. Isto porque leva-se em conta diversos riscos e a urgência de prestar um atendimento durante e depois.

Veja nos tópicos a seguir, porque escolher um hospital:

 

Estrutura e assistência

Em um hospital, é necessário, em primeiro lugar, leitos e uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Com isto a prontidão, a pessoa se sente confortável o suficiente para ser socorrida em casos de complicações.

O mínimo que um local assim dispõe é de um número maior de salas, quartos e leitos e profissionais de todas as áreas possíveis, bem como de todo o conjunto de materiais e equipamentos que só se encontram por lá.

Outro espaço, além do hospital, com esta estrutura só é viável em um que abasteça de atendimento hospital-dia, como será explicado mais à frente.

Assim, é mais do que recomendável escolher um hospital para sua cirurgia plástica, embora uma situação de emergência seja rara.

 

Equipe médica

A equipe médica hospitalar é, sem dúvidas, a mais completa em uma precisão de emergência.

Mais uma vez, isto é um fator que não ocorre frequentemente, porém, a segurança deve vir em primeiro lugar.

Ademais, fazem parte da equipe mais de um médico auxiliar, enfermeiros e anestesistas, além do próprio cirurgião. Eventualmente, a presença de fisioterapeutas no prédio também é requisitada.

 




Condição para receber a cirurgia

As cirurgias plásticas feitas em hospital, são em sua maioria mais complexas que envolvem até mesmo procedimentos combinados. Por isso, é inegavelmente melhor decidir por esse local.

Além de levarem mais tempo de operação (cerca de 4 a 6 horas), elas exigem anestesia peridural ou geral. E uma vez finalizadas, o paciente deve permanecer e seguir o pós-operatório dentro do hospital por até 24 horas.

Hospital Day, ou hospital-dia, é o nome dado a uma espécie de anexo que faz parte ou não de um hospital para atendimento qualificado.

 

Clínica de Cirurgia Plástica Tudo o que você precisa saber

 

Analogamente, se trata de um núcleo para atender cirurgias hospitalares de qualquer tipo, e quaisquer anestesias, de modo a liberar o paciente em até 12 horas. Exceto as situações que precisam de um dia inteiro.

O estilo de serviço do hospital day é também chamado de cirúrgico ambulatorial, por fornecer exatamente todo o respaldo como avaliação médica, anestesia adequada, técnicas de cirurgia mais apropriadas e outros fatores de acompanhamento com o cliente.

A diferença entre ambos, do ponto de vista das vantagens, é a sua maior concentração de serviços de cirurgia hospitalar em um só local e em menor tempo.

Nesse sentido, os benefícios do hospital-dia, em relação ao hospital comum, consistem em:

  • Menos internações;
  • Custos hospitalares menores;
  • Disponibilidade de leitos no hospital;
  • Mais conforto ao paciente;
  • Possibilidade de retornar pra casa mais cedo;
  • Risco de infecção hospitalar reduzido.

Diante disso, o espaço tem o suporte completo para receber cirurgias plásticas de pequeno a médio porte, o que serve, então, como alternativa à clínica.

Do ponto de vista do paciente, existem algumas características que ele pode se atentar na hora de escolher o cirurgião plástico certo, principalmente quando o mesmo opta por uma clínica ou está com dúvidas por onde começar.

É comum, aliás, o público que já fez plástica não pesquisar corretamente e nem ao menos saber sobre a formação do cirurgião escolhido.

Sendo assim, leva-se em consideração os seguintes atributos:

  • Ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP);
  • Qual o título ele possui dentro da SBCP (especialista, membro titular, membro de Medicina Estética);
  • Ter referências no setor;
  • Área de formação e especialização (se além da graduação fez residência em cirurgia geral);
  • Tempo de atuação na área (por tipo de cirurgia e suas técnicas);
  • Indicações de familiares, amigos e sociedade em geral;
  • Preço da cirurgia;
  • Impressões profissionais nas primeiras consultas.

Cada característica é com certeza avaliada com tempo e dedicação do paciente interessado, uma vez que visitas e consultas são mais esclarecedoras.

 

 Como saber se a clínica de cirurgia plástica é confiável

Quem escolhe clínica de cirurgia plástica, certamente quer saber se esta é confiável ou não. Logo, é uma incumbência pessoal procurar por estas exigências:

 

Clínica de Cirurgia Plástica Tudo o que você precisa saber

 

  • Instalações cirúrgicas adequadas;
  • Alvará de funcionamento (o paciente inseguro tem liberdade de perguntar se há uma licença da Prefeitura);
  • Cumprimento com a Vigilância Sanitária (da mesma forma, perguntar pela documentação).

Se o paciente entra em uma clínica aparentemente agradável aos olhos, de cenário bonito, com boa recepção e atendimento,  ele já se sente feliz. Contudo, se certificar destes detalhes sobre documentos trazem mais confiança.

 

Como saber se o hospital é confiável

Hospitais já são naturalmente confiáveis, principalmente quando são de ponta. Mas de todo modo, também passam por vistorias entre o paciente e os profissionais.

Com isso em mente, toda cirurgia plástica – ou procedimento estético que requer anestesia – é segura em lugar hospitalar, desde que feita por cirurgiões e assistentes médicos qualificados e com todos os pré-operatórios.

 

 Qualificação da equipe médica

Como parte do processo de escolha da clínica de cirurgia plástica, a qualificação dos profissionais que compõem a equipe médica é de grande influência. Isto tem relação com a forma de tratamento e competência para agir em momentos de tensão durante a cirurgia.

Se os participantes da operação não estiverem sincronizados com uma série de preparos, como tempo de anestesia, comandos de auxílio ao cirurgião e observação ao paciente, e não forem solícitos e mostrarem empatia, haverá inseguranças em casos de complicações.

Além do mais, a equipe médica qualificada é aquela que trabalha para minimizar qualquer problema na sala cirúrgica e para isto, segue sempre os protocolos de segurança como por exemplo, não fazer aplicações ou procedimentos que vão contra a saúde ou o tipo de corpo do paciente.

 

Transparência nas informações

Um detalhe que pode se tornar um problema mais tarde é não encontrar transparências no que é informado, principalmente quando se trata de clínicas de cirurgia plástica.

Para que se evite isto, cada paciente deve exercer sua liberdade de escolha e de pesquisa. Tanto em visitas agendadas quanto em consultas, é inteiramente ético e humano que os funcionários respondam às suas perguntas.

A falta de transparência entre paciente e cirurgião pode até gerar situações de processo jurídico, quando não há cumprimento do que foi concordado nas consultas ou não há responsabilidade da profissão.

 

Como pesquisar sobre a clínica de cirurgia plástica e o hospital

Atualmente, o acesso às clínicas e hospitais, e até mesmo a informações básicas sobre cirurgias plásticas, se dá, inicialmente, pela internet, isto é muito comum válido.

Veja como proceder na pesquisa e etapa de conhecimento desses locais, uma vez que se quer evitar ser atendido por maus profissionais:

 

– Pesquise o feedback de outros pacientes

Decidir fazer plástica é uma escolha pessoal. Por isso, muitos fatores são considerados e um dos principais é saber a opinião de parentes e outros pacientes que se submeteram à cirurgia.

Portanto, pesquisar o feedback proporciona uma visão no tocante à satisfação com resultados, bem como com o antes da operação.

Geralmente, os outros pacientes relatam o tempo que levaram para decidir entre clínica e hospital, qual atendimento foi mais agradável e os custos.

 

– Outros locais

Para aprimorar sua pesquisa ainda é recomendado fazer buscas direcionadas em sites oficiais como estes:

  • Acessar o site do Conselho Regional de Medicina de sua região e procurar pelos cirurgiões ativos;
  • Pesquisar no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica sobre as cirurgias existentes e encontrar um cirurgião;
  • Olhar quais são os regimentos de conduta no site da SBCP;
  • Entrar em redes sociais e sites da respectiva clínica (fotos, comentários e avaliações ajudam na escolha);
  • Visitar e investigar pessoalmente se há boa infraestrutura.

Por fim, a pessoa fará escolhas conscientes para sua própria cirurgia e ainda terá conhecimento suficiente para indicar o respectivo local.



Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Confira o que você precisa saber sobre Mamoplastia, Mastopexia, Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Rinoplastia no Tudo Sobre Cirurgia Plástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *